tamanho da letra : imprimir

Calendário

Outono de cultura e óptica em Paris

A capital francesa é o destino de milhares de profissionais de óptica de todo o mundo no início do outono, época em que a cidade é tomada por festivais culturais. Para esta edição, a VIEW selecionou os principais eventos e shows em exibição durante o salão francês de óptica, o Silmo.
Graziela Canella Andrea Tavares e Divulgação

Enviar por email

Compartilhar

Uma feira mundial

O que? Silmo 2011, Mondial de l’Optique
Quando? De 29 de setembro a 2 de outubro
Onde? Paris-Nord Villepinte: ZAC Paris Nord 2, Villepinte, tel. 01 40 68 22 22, estação Parc de Expositions, www.viparis.com

Em 2010, o Silmo (sigla para “Salão Mundial de Óptica”) fez jus ao nome, com 52% do total de 33.065 visitantes vindos de outros países. Em nova localização desde o ano passado – mais precisamente o centro de exposições Paris-Nord Villepinte, de fácil acesso e próxima ao aeroporto Charles de Gaulle, o principal da capital francesa -, viu aumentar o número de profissionais estrangeiros em 14%.

Com 900 expositores e mais de 1,4 mil marcas, a edição de 2011 promete repetir o sucesso. Além da aprovação do público ao novo endereço, outra novidade do ano anterior que segue forte é o Silmo Academy, programa de aperfeiçoamento profissional com uma série de workshops e palestras sobre temas técnicos. Sem falar nos fórum de tendências, na área de treinamento com foco na valorização dos pontos-de-venda, no Atelier Coach Merchandising e ainda o já consagrado Silmo D’Or, premiação para os destaques em design e produtos, considerado o Oscar da óptica mundial.

No site oficial do evento (disponível nas versões inglês e francês), é possível conferir a lista de expositores, locais e horários de saída de ônibus gratuitos para visitantes, programação do Silmo Academy, dicas para organizar a estadia em Paris e também fazer o cadastro e imprimir sua credencial online, eliminando as eventuais burocracias de registro quando se chega ao pavilhão.

Silmo na web

www.silmoparis.com
twitter.com/silmoparis
www.facebook.com/pages/Silmo/201079739902630

Hotéis
A central de reservas de hotéis do Silmo oferece boas opções de hospedagem com descontos. O contato é Siegrid El-Aouni (s.elaouni@wipresa.com ou telefone +33 (0) 1 70 36 04 38)

Passagens aéreas
É possível obter tarifas preferenciais em vôos da Air France em www.airfrance-globalmeetings.com, com o código 11910AF (válido de 24/09 a 07/10)

A Cidade-luz não dorme

Entre o final de setembro e início de outubro, Paris tem uma agenda cultural agitada, com uma série de festivais de arte e shows musicais. O destaque fica para o evento Nuit Blanche, noite repleta de atrações em vários pontos da cidade, que coincide com o encerramento do Silmo.

Nuit Blanche

O nome em francês, que significa “noite branca”, refere-se a uma das principais manifestações de arte e cultura em Paris – que atualmente já é reproduzida em outras grandes cidades como Madri, Tóquio, Toronto etc. Trata-se de uma única noite no ano em que museus, cinemas, parques, bares e até piscinas públicas funcionam a noite inteira, com atrações especiais, performances, exibição de filmes em praças e iluminação especial para monumentos da cidade.

O evento é gratuito e atrai milhares de visitantes, e comemora sua décima edição em 2 de outubro. O metrô funciona até as 2h, mas algumas linhas circulam gratuitamente das 2h às 5h. Ao final, vários locais oferecem café da manhã.

Programação completa no site da prefeitura (www.paris.fr/loisirs/les-grands-rendez-vous/nuits-blanches/p6806).

Nuit Blanche, 2006: chafariz iluminado na Place de la Concorde

Nuite Blanche, 2010: letreiros na fachada do Hotel de Ville, com a mensagem “ame a diferença”

Festival d’Ile de France

Esse evento anual valoriza a música como patrimônio de culturas regionais e ocorre não somente em Paris, mas em várias outras cidades francesas, recebendo mais de 25 mil pessoas. O site oficial ainda não dispõe da programação completa, mas promete 33 shows em 29 lugares diferentes, incluindo uma enorme variedade de gêneros musicais – em 2010, grupos de jazz e música eletrônica dividiram a cena com orquestras e apresentações de música argentina, japonesa e árabe.

4 de setembro a 9 de outubro

www.festival-idf.fr

Versão 2010: o porto-riquenho Willie Colón no encerramento do festival

Les Puces du Design

Em outubro, Paris sedia a 25ª edição do Les Puces du Design (em francês, “as pulgas do design”, trocadilho que remete às feiras de antiguidade conhecidas como mercados de pulgas, os “Marchés aux Puces”). A iniciativa reúne cerca de 100 grandes antiquários especializados em móveis, roupas e objetos de design das décadas de 50 a 90, em uma grande feira a céu aberto.

Com entrada gratuita, sua principal característica é a diversidade – ali, é possível encontrar raridades e objetos caros em meio a uma variedade de peças bastante acessíveis. O site inclui fotos, nomes dos antiquários e mapa do local.

Quai de la Loire, próximo ao cinema MK2, metrô Jaunes

7 a 9 de outubro

www.pucesdudesign.com

Festival d’Automne

De 15 de setembro até o final do ano, o consagrado festival de outono parisiense oferece uma longa agenda de espetáculos de dança, teatro, música e exposições de artes plásticas – e com sabor especial, já que celebra 40 anos. Alguns dos destaques em cartaz no período do Silmo são a exposição de pinturas Moderniznation, do indiano Hema Upadhyay, no Espace Topographie de l’Art (15, rue Thorigny, entrada gratuita) e o espetáculo de dança Ex.e.r.ce, dirigido pela coreógrafa Mathilde Monnier, no Théâtre de la Cité Internationale (21, Boulevard Jourdan, ingressos a € 5). Programação completa disponível no site.

15 de setembro a 31 de dezembro

www.festival-automne.com

Qatar Prix de l’Arc de Triomphe

Para quem se interessa por hipismo, esse é o ponto alto da temporada mundial de corridas de cavalos e seus três primeiros prêmios somam mais de € 4 milhões. A corrida ocorre no hipódromo Longchamp, em 2 de outubro. Para se ter uma idéia da grande popularidade da prova, sua última edição recebeu um público de 48 mil pessoas.

Route des tribunes, Bois de Bologne
2 de outubro

www.prixarcdetriomphe.com

Qatar Prix: a principal corrida de cavalos parisiense

Ídolos nos palcos

Na semana do Silmo, algumas estrelas internacionais da música têm apresentações agendadas em Paris. Com isso, além do aprimoramento profissional, a viagem é uma boa oportunidade para ver esses artistas que raramente fazem turnês por aqui. É recomendável consultar os sites das respectivas casas de shows para garantir ingressos antecipados.

George Michael

O cantor britânico fará duas apresentações no ginásio Bercy, em Paris, desta vez acompanhado de uma orquestra sinfônica. O repertório inclui alguns de seus grandes sucessos e também algumas de suas canções favoritas de outros intérpretes – todas rearranjadas para uma interpretação mais clássica.

3 e 4 de outubro às 20h30
9 Boulevard de Bercy, metrô Bercy
www.bercy.fr
ingressos de € 64 a € 90
www.georgemichael.com

Pink Martini

O grupo de New Orleans é conhecido por seu repertório para lá de variado, com músicos de diversas nacionalidades e canções em inglês, espanhol, francês, árabe, japonês e até mesmo português. Seu maior sucesso, a música Sympathique, conquistou o público francês no final dos anos 90 e promete levar muitos fãs ao Olympia.

3 e 4 outubro às 20h30
28, Boulevard des Capucines
www.olympiahall.com
ingressos de € 49 a € 71
www.pinkmartini.com

Britney Spears

A diva da música pop norte-americana sobe ao palco do ginásio Bercy em sua nova turnê, Femme Fatale, com o show mais extravagante de sua carreira em termos de cenografia e efeitos especiais. No repertório, músicas de seu sétimo álbum, Femme Fatale, lançado este ano, e ainda alguns de seus principais hits.

6 de outubro às 20h
9 Boulevard de Bercy, metrô Bercy
www.bercy.fr
ingressos de € 62 a € 89
www.britneyspears.com

 

Charles Aznavour

Um dos mais populares cantores da música francesa – frequentemente chamado de Frank Sinatra da França – Charles Aznavour prepara uma longa temporada de shows no Olympia, com várias datas entre 7 de setembro e 6 de outubro. Nascido em 1924, de origem Armênia, Aznavour começou a atuar e cantar com apenas nove anos e já vendeu mais de 100 milhões de discos.

7 de setembro a 6 de outubro às 20h30
28, Boulevard des Capucines
www.olympiahall.com
ingressos de € 75 a € 200
www.myspace.com/charlesaznavour

The Specials

Formada em 1977, a banda britânica inovou ao combinar rock, reggae e ska, introduzindo no país uma música animada e dançante, e apresenta o melhor de suas três décadas de carreira no Olympia. De seu álbum de estreia, produzido por Elvis Costello, saiu um dos grandes hits da banda, Too much too young.

27 de setembro às 20h
28, Boulevard des Capucines
www.olympiahall.com
ingressos de € 39 a € 45
www.thespecials.com

Comida premiada

Em busca das melhores dicas para comer bem em Paris, a VIEW buscou alguns pratos, restaurantes e especialidades gastronômicas locais que figuram no topo das listas do gênero.

Le Chateaubriand

Em 2011, pela segunda vez consecutiva, o restaurante comandado pelo jovem chef autodidata de origem basca Iñaki Aizpitarte foi o melhor colocado da França no ranking internacional da revista Restaurant, o prestigiado St. Pellegrino 50’s World’s Best Restaurants, dessa vez na nona colocação. Descolado, com preços justos e criatividade na elaboração dos pratos, Le Chateaubriand passou a frente de restaurantes respeitados da França, como Pierre Gagnaire e Robuchon.

129, Avenue Parmentier, metrô Goncourt

Chef Iñaki Aizpitarte: no comando do Le Chateaubriand

Breizh Café

Citado em primeiro lugar na lista das melhores creperias de Paris, selecionadas pelo jornal Le Figaro, o Breizh (ou “Bretanha”, no idioma bretão) se destaca entre as várias casas do gênero no descolado bairro do Marais. Entre receitas tradicionais com queijo, presunto, creme de leite e champignons, há variedades recheadas de vieiras e alho poró.

109 Rue Vieille du Temple, metrô Saint-Sébastien Frossart
www.breizhcafe.com

6

Au Levain d’Antan

Mais que o vinho, o pão é a verdadeira base da gastronomia francesa. Para prestigiar esse patrimônio, a prefeitura de Paris promove anualmente uma premiação para selecionar a melhor baguete – prêmio conhecido como Grand Prix de la Baguette. Em 2011, entre as mais de 1,2 mil boulangeries (do francês, “padarias”) da cidade e 174 finalistas, a baguete selecionada foi a do padeiro Pascal Barillon, que orgulhosamente colou um papelzinho com o número um na vitrine de sua Au Levain d’Antan – que, além das tradicionais baguetes, oferece uma seleção de pães artesanais e pâtisserie. Além do prêmio em dinheiro, Barillon será por um ano o fornecedor oficial de pães da residência do presidente Nicolas Sarkozy.

6, Rue des Abbesses, metrô Abbesses

Paris no celular

Guias de viagem e mapas de bolso são úteis, mas para fãs de tecnologia, há aplicativos para smartphones e tablets que podem reunir tudo isso ao toque de um botão. A VIEW destaca algumas a seguir, mas com o simples digitar da palavra “Paris” nas lojas de aplicativos dos aparelhos, surgem uma infinidade de opções. Vale se dedicar alguns minutos para escolher o mais adequado.

Tecnologia: metrô de Paris para iPad

Paris2Go

Guia de viagem para iPhone, iPad e iPod Touch que dispensa conexão à internet, incluindo informações históricas detalhadas e curiosidades sobre os principais pontos turísticos, além de um mapa em alta qualidade de toda a cidade, com sistema de busca por nomes de ruas.

Paris Metro

Aplicativo para iPhone, iPad e iPod Touch destinado a simplificar e planejar trajetos pelo complexo sistema de metrô da cidade de Paris.

TimeOut Paris

A versão parisiense do utilíssimo guia funciona offline e conta com atrações da cidade e ótimas dicas gastronômicas. Para iPhone, iPad e iPod Touch.

Paris Travel Guide

Desenvolvido pela Triposo, esse aplicativo para aparelhos com sistema Android reúne mapas, informações de restaurantes e pontos turísticos, e até um navegador que encontra as atrações mais próximas.

Talkphone French Basics

Disponível na loja Ovi, para celulares Nokia, o aplicativo inclui texto e áudio de expressões básicas em francês, divididas por categorias de assuntos que ajudam o turista a se comunicar no idioma.

Viva a falta de fio

Alguns hotéis, cafés, restaurantes e lojas da cidade costumam oferecer a seus clientes acesso gratuito à internet (às vezes aberto; para isso, basta localizar a rede sem fio no seu aparelho ou às vezes fechado, o que requer pedir a senha ao atendente). Além disso, 260 locais públicos também dispõem de rede wi-fi gratuita como jardins, bibliotecas e alguns museus.

 

 

 

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições