tamanho da letra : imprimir

Categoria default

Mido al carnevale*

Enviar por email

Compartilhar

Foco nos negócios

De 1º a 3 de março, ocorre em Milão a 44ª edição da Mostra Internazionale di Ottica, Optometria e Oftalmologia, mundialmente conhecida pela sigla “Mido”, que abre o calendário internacional dos top eventos do segmento óptico e mantém o formato da última edição: em três dias, de sábado a segunda-feira, no primeiro final de semana do mês de março.

Em 2013, 43 mil pessoas estiveram no centro de eventos Fieramilano Rho-Pero, nos arredores da cidade milanesa, para a Mido, número 3% superior à edição anterior; desse total, 60% eram visitantes originários de 40 diferentes países. De acordo com pesquisas, a percepção dos expositores foi a de que a maioria dos visitantes manteve-se focado em fazer nos negócios, portanto, o resultado de vendas e prospecções foi mais significativo do que o próprio aumento na circulação de pessoas.

Esse perfil de profissionais pode ter sido atraído por várias iniciativas da organização, como o “Train for Mido”, que superou expectativas. Planejado inicialmente para transportar 300 visitantes, o trem de alta velocidade Frecciarossa, a linha mais top do país, saindo de Roma, no segundo dia da feira (domingo), tinha mais de 600 ópticos a bordo, muitos dos quais não teriam ido sem tal facilidade. Essa e outras iniciativas vêm despertando otimismo nos empresários e atraindo mais empresas expositoras, que somaram mais de 1 mil no ano passado.

Os seis pavilhões que abrigam a feira italiana estão divididos em áreas temáticas como a Mido Tech, dedicada à tecnologia como máquinas, equipamentos, matérias-primas e suprimentos para laboratórios e indústria óptica; o Fashion District, que concentra os principais fabricantes de óculos do planeta; o Design Lab, espaço que recebe a vanguarda do design óptico, e o Asian Pavillion, local destinado aos fabricantes asiáticos.

Destacam-se ainda as áreas de convivência como o Foreign Club, lounge com facilidades para visitantes estrangeiros (inclusive brasileiros, que podem retirar uma credencial na recepção da feira) e o OttiClub, área exclusiva para profissionais italianos, com programação de palestras e encontros. A programação ainda inclui uma premiação que elege os destaques entre os produtos lançados na feira, que ocorrerá no domingo, às 18h, no pavilhão Fashion District.

Mido (Mostra Internazionale di Ottica, Optometria e Oftalmologia)
Fieramilano, Strada Statale Del Sempione 28
Metrô Rho-Fiera
Sábado e domingo (1º e 2 de março): 9h às 19h
Segunda-feira (3 de março): 9h às 18h
www.fieramilano.it

PENTAX DIGITAL CAMERA

 

Na Mido

Como chegar
O centro de exposições Fieramilano está situado a 15 quilômetros do centro de Milão. Mesmo para quem já conhece o evento, é bom lembrar que a longa distância demanda um pouco mais de planejamento para evitar gastos desnecessários e atraso nos compromissos.
Entre os meios disponíveis, o metrô é quase sempre a melhor opção, por conta do baixo custo, da praticidade e pelo fato de permitir mais liberdade na escolha de horários e pontos de partida.

O trajeto é pela linha vermelha até a última estação, Rho Fiera, que fica dentro do centro de exposições. O custo do bilhete unitário é € 2,55, enquanto o de ida e volta é € 5 e ambos permitem embarques e desembarques no intervalo de 105 minutos. Outra alternativa é o bilhete válido para um dia inteiro, que custa € 7 e pode ser utilizado para vários itinerários pela cidade até Rho Fiera – uma boa ideia para quem planeja passeios antes e depois da feira. É importante guardar sempre os bilhetes durante as viagens e enquanto forem válidos. Mais informações e mapa do metrô estão disponíveis em www.atm-mi.it.

Outro serviço bastante utilizado é o de ônibus executivos disponibilizados pela organização do evento, que são gratuitos e saem a cada 30 minutos de vários pontos da cidade, como a Stazione Centrale e o aeroporto de Malpensa. Uma lista com pontos de parada e horários fica disponível no site oficial da Mido.

Quem se dispõe a gastar um pouco mais e encarar o trânsito milanês, pode optar por táxis ou ainda contratar carros e vans a preço fixo para grupos maiores. Um dos serviços mais conhecidos de Milão é o da TaxiBlu, que opera pelo telefone 024040, com atendimento 24 horas e possibilidade de pagamento em cartão de crédito. Para agendar veículos com preço fixo, o site www.easyairporttaxis.com oferece boas opções – um carro para até três passageiros do centro de Milão até a feira custa € 85, enquanto uma van para até seis pessoas sai por € 107. Vale observar o limite de bagagem permitido em cada veículo.

9100

Comunicação
Vale consultar a operadora de celular para negociar um pacote de roaming internacional com tarifas mais baixas ou ainda adquirir um chip local pré-pago com pacote de dados para navegar à vontade, mesmo em ambientes sem wi-fi.

 

Em Milão

De olho nas principais atrações e novidades, a VIEW reuniu dicas de passeios turísticos, eventos, restaurantes e compras para os profissionais de óptica aproveitarem a cidade antes e depois da Mido.

Onde ir

Carnaval
Este ano, mais uma vez a Mido coincide com a data da celebração do carnaval, que em Milão conta com uma animada festa de rua no sábado seguinte à terça-feira de folia. A tradição leva o nome de “Carnevale Ambrosiano” e sua festa dura toda a semana, já que a Arquidiocese de Milão segue um rito litúrgico diferente do romano, o Ambrosiano – em referência a Santo Ambrósio, patrono da cidade. O evento mais importante ocorre no sábado, dia 8, a partir das 15h, com saída na Piazza del Duomo e desfile pelas ruas centrais da cidade, atrações musicais e máscaras tradicionais.

Em cidades próximas como Veneza e Verona (cuja festa é a mais antiga), a comemoração é ainda mais animada, com bailes de máscaras e desfiles de rua marcados para a própria terça-feira de Carnaval, dia 4. As programações dessas festas estão disponíveis em www.carnevale.venezia.it e www.carnevalediverona.it.
Carnevale Ambrosiano
8 de março (sábado), a partir das 15h
Piazza del Duomo
www.comune.milano.it

Jeito europeu: Carnevale Ambrosiano na Piazza del Duomo

Jeito europeu: Carnevale Ambrosiano na Piazza del Duomo

© aschenputtel

Da Vinci e A última ceia
Para quem aprecia arte, Milão oferece a oportunidade de ver obras históricas, como a famosa Santa Ceia de Leonardo da Vinci, no Cenacolo Vinciano, no interior da igreja de Santa Maria delle Grazie. Requer reservas com antecedência, pois a visitação é limitada.
Piazza Santa Maria delle Grazie 2
www.cenacolovinciano.net

9119
© felicitytravel

Santa Maria delle Grazie: o interior da igreja que abriga uma das obras-primas de Da Vinci

Santa Maria delle Grazie: o interior da igreja que abriga uma das obras-primas de Da Vinci

A Pop art de Andy Warhol
No quesito exposições temporárias, vale aproveitar a oportunidade para ver os últimos dias da exposição Warhol, no Palazzo Reale, até 9 de março. A retrospectiva do norte-americano Andy Warhol, o pai da Pop art – estilo marcado pelas cores intensas e a reprodução de imagens de ícones da cultura pop em repetição – inclui mais de 150 pinturas, fotos, esculturas e outros itens do acervo da Brant Foundation.
Palazzo Reale
Até 9 de março
Piazza del Duomo 12
www.warholmilano.it

9121

© Divulgação

Onde ficar

O site da Fieramilano oferece descontos na hospedagem listados por evento, com informações e reservas disponíveis no site http://booking.ventanagroup.it/fieramilano/MIDO2014. No entanto, boa parte dos hotéis oferecidos fica perto do centro de exposições e cidades vizinhas, como Varese e Monza, com poucas opções próximas ao centro de Milão.

Vale mais pesquisar tarifas e qualificações em sites como www.booking.com, www.decolar.com e www.hoteis.com, que oferecem preços promocionais (em reais) mais em conta do que as centrais de reservas dos hotéis. Para quem planeja conhecer melhor a cidade nas horas livres, é recomendável escolher um hotel na região central ou bairros em seu entorno, repletos de atrações turísticas, como Brera, Montenapoleone, Parco Sempione e Navigli. Durante a pesquisa por vagas e tarifas, também é importante observar a proximidade com estações de metrô e qualificações de usuários em sites como o www.tripadvisor.com.br.

Onde comer

Il Luogo di Aimo e Nadia
Há mais de 30 anos, o casal Aimo e Nadia dirige um dos melhores restaurantes de cozinha toscana, com duas estrelas no Guia Michelin e serviço impecável. A melhor pedida é o menu degustação, que inclui amostras de vários pratos tradicionais.
Via Privata Raimondo Montecuccoli 6, tel. 02 416886
www.aimoenadia.com
Segunda a sexta-feira (12h30 às 14h30 e 19h30 às 22h30) e sábados (19h30 às 22h30)

9107

Estrelas no Michelin: o casal Nadia e Aimo com a equipe do restaurante

© cuccinaeco

Iguaria: salada do Il Luomo di Aimo e Nadia

Iguaria: salada do Il Luomo di Aimo e Nadia

© cucinaeco

Cioccolati Italiani
Os fãs do sorvete italiano, o autêntico gelato, não podem deixar de visitar a Cioccolati Italiani, laboratório gastronômico que permite observar a preparação das iguarias por conta das paredes de vidro e mantém uma loja bem próxima a uma das saídas laterais da Galleria Vittorio Emanuele. Nos dias frios, a encorpada calda de chocolate é pedida obrigatória para acompanhar os vários sabores de sorvete da casa.
Via Edmondo De Amicis 25, tel. 02 8940665
www.cioccolatitaliani.it
Segunda-feira a sábado (12h às 23h) e domingos (11h às 23h)

9112

© Andrea Tavares

Clandestino Milano
O estrelado chef Moreno Cedroni propõe uma culinária italiana com apelo surrealista e bem-humorado no restaurante fica dentro do Hotel Maison Moschino – o que explica as cadeiras, literalmente “vestidas” – e tem no cardápio criações inusitadas como o risoto de mozzarella fresca disfarçado de sushi e uma escova de dente com pasta comestível, feita de coco e hortelã, que acompanha um enxágue bucal de mentirinha, ou melhor, um drink de saquê e licor de menta.
Viale Monte Grappa 12, tel. 022 900 9858
www.maisonmoschino.com
Diariamente

9104

Clandestino: criatividade no ambiente e nos pratos

Clandestino: criatividade no ambiente e nos pratos

© arredoeconvivio

Piazza Repubblica
Não é descolado e nem tem decoração marcante, mas tem seu mérito na comida italiana saborosa e caprichada, na localização e no preço justo.
Via Aldo Manuzio 11, tel. 02 6269 5105
www.piazzarepubblica.com
Segunda a sexta-feira (11h às 23h) e sábados (17h às 23h)

Italiano tradicional: flash da cozinha do Piazza Repubblica

Italiano tradicional: flash da cozinha do Piazza Repubblica

© Divulgação

Bar della Crocetta
Uma boa alternativa para comer bem sem gastar muito e em ambientes mais informais é optar pelos paninis, os sanduíches de pão tostado. Entre os mais famosos de Milão, estão os mais de 100 recheios do Bar della Crocetta, com diferentes tipos de carnes, queijos, vegetais e molhos.
Corso di Porta Romana 67, tel. 02 5450228
Diariamente (9h30 às 2h)

Delícias italianas: os paninis do Bar della Crocetta

Delícias italianas: os paninis do Bar della Crocetta

© sippingespresso

O que ver

Para quem busca apreciar uma vista privilegiada de Milão, há pelo menos três opções interessantes.

Duomo
É o mais conhecido e fica no coração da cidade. Permite acesso até sua torre mais alta, com 70 metros de altura e a melhor visão panorâmica do centro de Milão. O acesso se dá por elevador (€ 12) ou uma escadaria de 250 degraus (€ 7). A própria catedral é uma atração à parte, uma das maiores e mais complexas obras de arquitetura gótica do mundo, cujo início da construção data de 1386.
Piazza del Duomo, tel. 02 72022656
www.duomomilano.it
Diariamente (9h às 17h45)

Vista do alto do Duomo: a entrada da Galleria Vittorio Emanuele

Vista do alto do Duomo: a entrada da Galleria Vittorio Emanuele

© welleschik

Del Filarete
Outra torre icônica milanesa é a Del Filarete, no Castello Sforzesco, com 70 metros de altura. Um dos principais pontos turísticos da cidade, o castelo foi construído na segunda metade do século 14 e deve sua aparência atual a uma restauração feita no início do século 20. Atualmente, abriga vários museus temporários ou com exposições fixas (como o Museu de Arte Antiga, o Museu do Móvel, o Museu dos Instrumentos Musicais, o Museu Arqueológico e o Museu de História Natural) e ainda um jardim inglês de 47 hectares. O ingresso para o interior do castelo e os museus é de € 3.
Piazza Castello, tel. 02 8846 3700
www.milanocastello.it
Diariamente (7h às 18h)

Visão privilegiada: a Torre del Filarete, no Castello Sforzesco

Visão privilegiada: a Torre del Filarete, no Castello Sforzesco

© twouptravels

Torre Branca
No Parco Sempione, fica a Torre Branca, estrutura de ferro de arquitetura moderna com 108 metros de altura. É a segunda maior construção de Milão depois da Torre Pirelli, também assinada pelo arquiteto Gio Ponti, mas o melhor ponto panorâmico acessível ao público, com ingresso a € 5. Foi construída em 1933, mas ficou fechada entre 1972 e 2002, e também é conhecida como torre do parque.
Viale Alemagna, Parco Sempione, tel. 02 3314120
www.fps-eventi.it
Segunda a sexta-feira (10h30 às 12h30 e 16h00 às 18h), sábados (10h30 às 13h, 15h às 18h30 e 20h30 às 0h) e domingos (10h30 às 14h e 14h30 às 19h)

Torre Branca: a mais alta de Milão

Torre Branca: a mais alta de Milão

© weekendinmilan

Onde comprar

Corso Como District
Há pouco mais de um ano, foi inaugurada a primeira parte do Corso Como District, na Porta Nuova, considerado uma alternativa de compras para o já conhecido Quadrilátero da moda. O complexo luxuoso nasceu no entorno da renomada multimarcas 10 Corso Como – essa, por si só, já vale a visita – e conta com mais de 50 espaços ocupados por lojas, showrooms, restaurantes, cafés e galerias de arte, em uma área de 15 mil metros quadrados, estrategicamente localizado próximo ao novo parque Giardini e à estação Garibaldi. As marcas Only The Brave, de Renzo Rosso (o criador da Diesel), e Costume National foram as primeiras a se instalar por ali.
10 Corso Como
Corso Como 10, tel. 02 2900 2674,
www.10corsocomo.com

Top loja: o interior da 10 Corso Como

Top loja: o interior da 10 Corso Como

© 2BP

Nova região da cidade: o agito noturno da Corso Como

Nova região da cidade: o agito noturno da Corso Como

© skyscrapercity

Bruno Magli e Max Mara
Para quem procura roupas de marcas famosas com bons descontos, mas não tem tempo de se dirigir aos conhecidos outlets, que ficam muito longe do centro da cidade, há pelo menos duas opções que valem a visita – as lojas de ponta de estoque da sofisticada Max Mara, perto da Piazza San Babila, e da marca de calçados e acessórios Bruno Magli, na esquina da Via Montenapoleone com a Via Manzoni.
Bruno Magli
Via Montenapoleone 28, tel. 02 7601 8400
www.brunomagli.it

Max Mara
Galleria San Carlo 6, tel. 02 7600 0829
www.maxmara.com

9115 9117

 

Vetrina di Beryl
Outra loja que faz sucesso entre milaneses é a Vetrina di Beryl, especialmente para quem é fã de sapatos. Além da marca própria (Ordinary People), mantém uma boa seleção de marcas como Chloé, Philippe Model, Jil Sander e De Siena.
Via Statuto 4, tel. 02 654 278
www.facebook.com/La-Vetrina-di-Beryl

Para amantes de sapatos: modelo De Siena na La Vetrina de Beryl

Para amantes de sapatos: modelo De Siena na La Vetrina de Beryl

O que vestir

Milão é uma das capitais mundiais da moda, mas não é preciso se vestir como modelo de passarela. Na maioria dos lugares, inclusive restaurantes, é aceitável vestir trajes mais confortáveis e casuais, recomendados para as longas jornadas de negócios na feira e nos passeios turísticos. Sapatos confortáveis são imprescindíveis, além de uma seleção de peças básicas, coordenáveis e versáteis – as cores mais neutras permitem combinar mais peças e acessórios como lenços coloridos podem ajudar a mudar o visual sem pesar na mala.

Faz frio em março: as temperaturas oscilam entre 1ºC e 13ºC, mas é bom lembrar que os casacos pesados não são necessários em ambientes fechados. Na Mido, por exemplo, os visitantes podem deixar casacos, luvas e outras peças mais quentes no guarda-volumes, para não carregarem tanto peso. Nos passeios, é bom não abusar de decotes ou fendas, inapropriados para a entrada em igrejas e monumentos religiosos.

Casual chique: flagrantes de estilo nas ruas de Milão

Casual chique: flagrantes de estilo nas ruas de Milão

© nssmag (a 9130)
© thecolorstalker (a 9131)

Milão e Mido à mão

A VIEW fez uma pesquisa dos aplicativos mais úteis e “inteligentes” e que valem a pena ter como companhia na viagem a Milão.

SMS Taxi
Quem já foi a Milão sabe bem os perrengues que se pode passar em busca de um táxi. O aplicativo reúne várias das empresas de táxi e, ao abri-lo, o GPS já localiza o usuário e apenas ao preencher o nome e, com um toque na tela, é possível pedir um táxi. Além de Milão, funciona em outras 13 cidades da Itália. Pago (US$ 0,99)

Taxiblu
Mais uma opção, disponível para iPhone e Android, para localizar e solicitar o táxi credenciado mais próximo. Grátis

9063

iATM Milan
Mapa completo da rede de transporte público milanês. Grátis

9103

MuoviMI
Rotas de ônibus, metrô e trem pela cidade e grades com horários das saídas. Grátis

Milan Offline Street Map
Útil para quem quer se achar na cidade, mas está sem conexão: o aplicativo funciona mesmo offline. Grátis

Infotreni
Para quem deseja cruzar os limites de Milão, o aplicativo traz horários e valores de todos os trens do país. Grátis

Linate e Malpensa
Partidas, chegadas e informações dos dois aeroportos milaneses em versões para iPad e iPhone. Grátis

BikeSharing Italia
A onda sustentável que tomou a Europa ao instalar estações de aluguel de bicicletas também chegou a Milão. O aplicativo localiza o usuário e mostra a estação mais próxima e a quantidade de bicicletas disponíveis em cada local. Grátis

Fieramilano
Tudo sobre o centro de exposições que abriga a Mido: mapa, como chegar, serviços e datas dos eventos. Grátis

Mido
A feira italiana também tem seu próprio aplicativo, disponível em italiano e inglês (basta apenas escolher o idioma em uma das primeiras telas. Dispõe de mapa dos stands, catálogo de expositores (ambos, até o fechamento desta edição, eram da edição 2012, mas são atualizados dias antes do evento), dicas de como chegar, informações gerais e notícias do mercado. Grátis

The Weather Channel
Ideal para checar as temperaturas hora a hora, diária, das próximas 36 horas e de dez dias à frente da cidade que se deseja, bastando apenas configurar os locais no campo “locations”. Vale lembrar que o aplicativo precisa de conexão à internet. Versões para iPhone e iPad. Grátis

Wallpaper City Guide Milan
A descolada revista britânica se celebrizou com suas edições sobre importantes cidades do mundo e também se lançou na era dos aplicativos, transformando-as em suculentos e sofisticados guias. O de Milão é um dos poucos gratuitos. Vale baixar, usar e abusar. Grátis

9065

Milano at a Glance
Extenso guia da cidade. Restaurantes, passeios, museus, hospedagem, transporte, dicas úteis e mapas em vários idiomas, inclusive português. Pago (US$ 4,99)

Milan Guida Verde
Mais um bom guia da cidade com muitas dicas tanto para marinheiros de primeira viagem quanto para turistas mais experientes. Grátis

Domus
Os amantes da arquitetura vão se deliciar com esse aplicativo, ótimo para conhecer melhor a cidade pela história e as características de suas construções. Vale a aquisição (US$ 0,99)

Learn italian
Guia de frases em italiano para quem fala inglês, com direito à pronúncia, dividido em vários temas. Bem útil. Grátis

9064

Quanto custa

€ 70: em média, uma refeição completa para duas pessoas em um bom restaurante

€ 8: refeição no McDonald’s

€ 2: garrafa de água de 330ml

€ 95: calça jeans

€ 100: sapato de couro masculino

€ 15: aproximadamente uma corrida de táxi em dias úteis (8 quilômetros)

€ 1,50: capuccino

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições