tamanho da letra : imprimir

Iniciativas e ideias do varejo

A loja-conceito da Chilli Beans

A Rua Oscar Freire, na nobre região paulistana dos Jardins, foi o local escolhido pela rede brasileira para a sua loja-conceito, inaugurada em maio. Os 700 metros quadrados do novo ponto de venda traduzem a essência da marca fundada por Caito Maia em 1997.
Andrea Tavares Andrea Tavares e Divulgação

Enviar por email

Compartilhar

Em dezembro, a VIEW 127 trouxe em primeira mão, na entrevista com o fundador da Chilli Beans, Caito Maia, a notícia da loja-conceito que seria aberta dentro de alguns meses, na Rua Oscar Freire, em São Paulo. E em 8 de maio teve a oportunidade de participar da pré-inauguração para a imprensa, com direito à apresentação do espaço pelo próprio Caito.

Nesta e nas próximas duas páginas, todos os detalhes do novo espaço, com uma equipe de 33 pessoas (uma seleção entre os melhores vendedores da rede) que abriga 2 mil óculos, 1 mil relógios e muitos outros produtos da marca da pimenta – sendo que 20% deles são exclusivos desse novo ponto de venda, com investimento em matérias-primas mais nobres e detalhes especiais. Lançamentos, inovações, oferta para lá de robusta, mas o que não muda, como sempre, é a prática de preços da rede: mesmo os óculos feitos na hora ou as peças únicas usadas em desfiles de top estilistas do São Paulo Fashion Week seguem a política de preços acessíveis e muito giro. Essa é a fórmula de sucesso de Caito, que solta a pérola: “acho cafona vender caro”.

Fachada apimentada

Já na fachada, fica evidente a grandiosidade do projeto. Parte da pimenta que integra a logomarca da Chilli Beans, contorna a frente da loja, que tem projeto do arquiteto Gustavo Menegazzo, responsável por todos os projetos arquitetônicos da rede

Do vendedor para o consumidor

Chega de apenas cobiçar as camisetas usadas pelos vendedores (várias, aliás, têm os óculos como tema). A Chilli Beans preparou um espaço exclusivo para expô-las e – o que é melhor – vendê-las

Produtos licenciados e conexão com o mundo

Uma das primeiras visões de quem entra na loja é a parede que reúne boa parte dos produtos licenciados com a marca Chilli Beans. São bolsas, bicicletas, guitarras, skates etc. Na parte superior, um megatelão de led transmite (em tempo quase real) imagens das várias cidades do mundo que contam com lojas da Chilli Beans – em um computador na entrada da loja, o consumidor pode selecionar a cidade desejada e apreciar as imagens. Uma alusão ao ousado projeto de chegar a 1 mil lojas pelo mundo até 2016

Hostess para lá de especial

A Flygirl!, nome da obra do artista plástico inglês Colin Christian, é a anfitriã. Com 4 metros de altura, fica no centro nervoso da loja, recebendo o público. A Flygirl já é velha conhecida de Caito Maia: o seu rosto estampa uma das paredes da sala do empresário na sede da Chilli Beans, em Barueri, na Grande São Paulo e também recebe o público na loja de Hollywood, nos Estados Unidos.

Solares à mostra

Protagonistas do espetáculo (e da história da marca), os óculos solares ganharam uma das áreas nobres da loja. Trata-se das linhas em parceria com estilistas e celebridades, além dos óculos de “marca própria”

Os especiais à venda

Ao lado da parede de solares, uma bancada batizada de “Passarela” expõe – e vende – os óculos produzidos pela Chilli Beans sob encomenda para desfiles em semanas de moda como São Paulo Fashion Week e Fashion Rio. São peças de Alexandre Herchcovitch, Ronaldo Fraga, entre outros estilistas, vendidas por até R$ 298

Mais linhas assinadas

Uma área cheia de classe, de parede texturizada, recebe um grande mosaico de solares das linhas assinadas inclusive com peças de coleções passadas – exemplares raros, cheios de conceito, resgatadas do estoque – e protótipos que não foram para linha de produção. Vale destacar a recém-lançada série da óptica argentina Carla Di Si, de quem a VIEW é fã – na foto em detalhe, um de seus modelos, o Boom Chic

Investindo nos pequenos

Há quem diga que conquistar um consumidor ainda criança é garantia de um cliente para sempre. Por via das dúvidas, a Chilli Beans segue essa máxima. Todos os seus óculos infantis são solares licenciados sob as marcas Barbie (para as meninas) e Hot Wheels (para os meninos). Além de um expositor que leva em conta a altura dos pequenos, permitindo que provem as peças com facilidade, um carro-expositor Hot Wheels em tamanho real equipado com um iPad no lugar do volante, para proporcionar bons momentos de distração aos meninos. Já as meninas ganham uma área da Barbie com direito a uma charmosa penteadeira. Monitores cuidam das crianças enquanto os pais compram

Hora de acertar as contas

Seguindo a filosofia de que é sempre aumentar o tíquete médio, a Chilli Beans enriqueceu a área do caixa com mais produtos licenciados como fones, capas para smartphones, underwear, sandálias Ipanema e o livro E se colocar pimenta?, mix de biografia e relato dos negócios da marca, do jornalista Rodolfo Araújo, best seller entre estudantes universitários

Óculos prontos na hora!

Para quem acha que o melhor ficou apenas na frente da loja, engana-se. Um dos destaques – e único no mundo! – é um sistema de customização de óculos, que entrega em até 20 minutos o modelo criado pelo consumidor em uma tela a partir de quatro modelos básicos, definindo cores, texturas, tons de lentes e ainda oferece a possibilidade de compartilhar o resultado nas redes sociais ou enviar por email. Qualquer modelo sai por R$ 298

Reciclagem

O aspecto social também não foi esquecido. O cliente pode depositar seus óculos antigos em uma máquina semelhante a um caça-níquel e, ao descer a alavanca, é presenteado com descontos de 30% a 70% na compra de novos produtos. Parceria com a entidade beneficente Casa do Zezinho, é o embrião para um projeto mais ousado de óculos feitos com o material reciclado das peças doadas

Cereja do bolo

Negócio recente no universo Chilli Beans, a divisão Vista, isto é, as armações de receituário, têm um espaço exclusivo na nova loja, com tecnologia de ponta para a tomada de medidas: em um aplicativo, o consultor óptico insere os dados da prescrição, fotografa com um iPad o cliente com a armação escolhida e obtém, imediatamente, todas as medidas necessárias para a confecção das lentes, que são enviadas instantaneamente para o laboratório. No alto dos expositores, simpáticas mensagens dentro de frontais de óculos estimulam o uso de óculos de grau como acessórios de estilo

Degustação e diversão

No fundo da loja, o Chilli Café e um pequeno auditório pronto para sediar eventos dos mais variados perfis. No segundo andar, uma galeria de arte

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições