tamanho da letra : imprimir

As ações da indústria óptica

Conexão Celebridade

Quem, onde, quando, como e porquê: a VIEW mostra flashes dos famosos e seus óculos enviados à redação durante a elaboração desta edição.

Enviar por email

Compartilhar

O ator norte-americano Ryan Reynolds: Tom Ford (Marcolin) modelo Snowdon

A apresentadora Angélica: Evoke (Brazilian Lab) modelo Havana

A atriz Luana Piovani: Evoke (Brazilian Lab) modelo On the rocks

O integrante da boy band norte-americana Backstreet Boys, AJ McLean: Polaroid Plus (Safilo) modelo PLP0103S

O cantor colombiano, astro na América Latina, Juanes: Marc Jacobs (Safilo) modelo MJ410S

O ator norte-americano Neil Patrick Harris, um dos astros da série How I met your mother: Premium Polaroid (Safilo) modelo X8311S

A cantora californiana Fergie, membro do Black Eyed Peas: Lanvin (Wilvale De Rigo) modelo SLN509S

O ator britânico Luke Evans: Police (Wilvale De Rigo) modelo V1789

A atriz londrina Mischa Barton: Lanvin (Wilvale De Rigo) modelo SLN512S

 

© Divulgação

Carrera na telona com a Fórmula 1

A história de uma das temporadas mais emocionantes do esporte é tema de Rush – No limite da emoção, filme que chega às telas dos cinemas brasileiro em 13 de setembro e relata a disputa pelo título de 1976 entre os pilotos Niki Lauda e James Hunt. Os óculos da marca que tem a velocidade em seu DNA também fazem parte dessa história.

Enviar por email

Compartilhar

Em 53 anos de existência, a Fórmula 1 já rendeu muitas rivalidades entre seus pilotos. As mais recentes estão frescas na memória dos fãs dessa categoria do automobilismo que desfruta de projeção mundial. Muita gente assistiu às disputas entre o brasileiro Ayrton Senna e francês Alain Prost nos anos 80 e também acompanha hoje o confronto entre o alemão Sebastian Vettel e o finlandês Kimi Räikkönen pelo topo do campeonato.

Mas há uma rivalidade na década de 70 que inflamou as pistas e chega agora ao cinema tendo os óculos da Carrera, marca do portfólio da Safilo, como astros convidados. Rush – No limite da emoção leva às telas o glamouroso e milionário universo da Fórmula 1, retratando a relação entre o piloto austríaco Niki Lauda (Ferrari) e o corredor britânico James Hunt (Mc Laren).

O ano é 1976. O brilhante e perfeccionista Lauda havia vencido cinco provas e lidera o mundial daquele ano com folga em relação ao segundo colocado, o carismático playboy Hunt, quando sofre um sério acidente, no circuito alemão de Nurburgring, que causa queimaduras graves em seu rosto e a inalação de gases tóxicos. Apesar da gravidade, Lauda ausentou-se das pistas por apenas duas provas e volta para correr o grande prêmio da Itália, em Monza, ainda com bandagens no rosto. Dali em diante, Lauda e Hunt disputaram o título corrida por corrida e, ao final do Mundial, no Japão, Hunt sagrou-se campeão por apenas um ponto de vantagem.

Dirigido pelo cineasta norte-americano Ron Howard (Apollo 13 e Uma mente brilhante) com o alemão Daniel Bruhl como Niki Lauda (Adeus, Lênin e Bastardos inglórios) e o australiano Chris Hemsworth (Os vingadores e Thor) como James Hunt, Rush – No limite da emoção estreia em 13 de setembro. Segundo Howard, “Lauda e Hunt eram astros do rock nas pistas: dois profissionais no topo de suas carreiras, em uma época em que sexo era seguro, dirigir era perigoso e tudo era liberado”.

E quando o assunto são óculos em Rush, a arte imita a vida. Tal qual na “vida real”, o personagem de Niki Lauda usa o mesmo modelo Carrera 80 – Lauda, diga-se de passagem, também foi garoto-propaganda da grife de óculos na década de 80. A escolha para o personagem de James Hunt foi o Carrera Speedway e para Marlene Lauda, a mulher do piloto austríaco (interpretada por Alexandra Maria Lara), o modelo Carrera 16.

1986: a campanha de Carrera com Niki Lauda

Carrera no rosto dos pilotos que protagonizaram uma das mais emocionantes temporadas da história da Fórmula 1

© Divulgação

Astro é rosto da Gucci

Enviar por email

Compartilhar

A casa de moda italiana elegeu o ator norte-americano James Franco como o rosto de sua linha masculinha e também para a linha de óculos, que é produzida e distribuída mundialmente pela Safilo.

Ator de filmes como 127 horas e Comer, rezar, amar, Franco também atua como roteirista, diretor e produtor. Na campanha produzida pela top dupla Mert e Marcus, formada pelo turco Mert Alas e o galês Marcus Piggott, usa o solar Gucci Bamboo, uma das apostas da grife para esta temporada. A VIEW apresentou o Gucci Bamboo na seção Vitrine da edição 131.

James Franco: o making of e a campanha já pronta, com a “assinatura visual” de Mert Atlas e Marcus Piggott

© Divulgação

Mormaii investe em customização online

Enviar por email

Compartilhar

O novo projeto da Mormaii, batizado de “Mormaii 3.0”, aposta no conceito de “faça você mesmo” ao oferecer a customização de óculos online diretamente ao consumidor. No site mormaiisunglasses.com.br/lab/trespontozero, o internauta começa o processo de escolha entre dois modelos: o Joaca, com ares de surfista, e o Snapper, com uma pegada mais urbana. A partir daí, escolhe as cores da armação e das hastes, define o tipo de logo e a inscrição na lente (o nome, por exemplo, ou outro registro de sua preferência) e também opta por incluir ou não grafismos. O valor final da peça fica entre R$ 299 e R$ 399.

Até o final de julho, o site contabilizava uma média de 15 mil visitas mensais e já havia comercializado mais de 3,5 mil óculos.

Mormaii 3.0: empresa catarinense aposta no conceito de “faça você mesmo”

© Divulgação

 

Arnette contrata NX Zero

Enviar por email

Compartilhar

A marca californiana de perfil esportivo que integra o portfólio da Luxottica tem, pela primeira vez, uma comunicação exclusiva para o Brasil. Os novos rostos são os dos músicos da banda de rock NX Zero que, além de estrelarem a campanha, testemunharão sobre a sua experiência em uma série online de três episódios, que será produzida durante um pocket show (do inglês, “show de bolso”) para fãs.

Di Ferrero: o vocalista do NX Zero em duas versões da nova campanha

Making of: as fotos foram feitas em abril, em São Paulo

© Divulgação

Brevil com PFO Global

Enviar por email

Compartilhar

Durante a Expo Abióptica 2013, o presidente da PFO Global, Rudolf Suter, esteve no Brasil para conhecer e se apresentar para os ópticos locais. A empresa norte-americana adquiriu no primeiro semestre a empresa de lentes Optima (veja VIEW 130 em A óptica no mundo), cuja representação no Brasil fica a cargo da Brevil.

Com a nova fusão, novos produtos chegarão ao mercado brasileiro. Além disso, a PFO assumirá toda a assistência técnica dos produtos comercializados previamente pela Optima. “O relacionamento da PFO com a Brevil e da Brevil com os clientes brasileiros é feito com base em confiança e isso não mudará”, explicou Rudolf Suter.

A PFO Global é reconhecida por investir em tecnologia a serviço da qualidade de visão. Seus produtos e serviços continuarão a ser comercializados em solo brasileiro pela Brevil, como antes ocorria com os produtos da Optima. Agora, lentes com o tratamento iBlu Coat (que barram a luz azul, presente em telas digitais como as de smartphones, computadores e tablets) poderão ser combinadas com as tecnologias de cálculo free form ProFitCalc, desenvolvida pela PFO.

Ray-Ban: prêmios em Cannes

Enviar por email

Compartilhar

A versão 2013 da Never hide (do inglês, “nunca se esconda”), campanha publicitária da Ray-Ban, valeu três Leões de Ouro à Luxottica na 60ª edição do célebre Festival internacional de criatividade de Cannes, que ocorreu de 16 a 22 de junho no balneário francês.

A cidade californiana de Los Angeles é o cenário em que seis personagens em diferentes situações personificam o espírito Never hide. A campanha foi clicada pelo fotógrafo texano Mark Seliger, consagrado pelas mais de 100 capas produzidas para a revista de música Rolling Stone, e o figurino ficou por conta da norte-americana Colleen Atwood, três vezes vencedora do Oscar (Alice no país das maravilhas, em 2010; Memórias de uma gueixa, em 2005 e Chicago, em 2002).

Além disso, a nova campanha também promove de forma inédita as lentes ao usar o sloganEnvision” (do inglês, algo como “conferir visão a”), remetendo às origens da grife de óculos, criada em 1937 sob encomenda para a Força Aérea dos Estados Unidos, que precisava de óculos para proteger os olhos de seus pilotos. Os óculos de quatro das seis imagens da campanha exibem um tipo de lente diferente e os dois outros destacam as matérias-primas das armações de receituário.

Envision: campanha da Ray-Ban valoriza as lentes e se consagra em Cannes

 

© Divulgação

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições