tamanho da letra : imprimir

Mondo Fashion

Ralph Lauren

Um dos mais bem-sucedidos do mundo, o estilista norte-americano conseguiu associar seu nome e o símbolo de um jogador de polo a um estilo internacionalmente reconhecido – clássico e sofisticado, mas ao mesmo tempo com as referências esportivas tão características da moda de seu país.
Graziela Canella Concepção Andrea Tavares

Enviar por email

Compartilhar

Suas roupas e acessórios combinam o estilo clássico e sofisticado com o despojado e esportivo, em uma moderna interpretação norte-americana da moda, e quase sempre carregam um símbolo de puro status: um jogador de polo montado em seu cavalo. Das roupas à decoração de interiores, a assinatura de Ralph Lauren sempre transmite, mais do que moda, um estilo de vida sofisticado, que explora a harmonia entre a atitude norte-americana, urbana e confiante, e a clássica elegância britânica.

Gravatas estilosas

Filho de imigrantes judeus da Bielorrúsia, Ralph Lauren nasceu com o nome Ralph Lifshitz, no bairro do Bronx, em Nova York, em 14 de outubro de 1939. Aos 16 anos, adotou o sobrenome “Lauren” e foi estudar negócios por dois anos no Baruch College, em Manhattan.

Depois de um breve período no exército, começou a trabalhar como vendedor na rede de moda masculina Brooks Brothers. Em 1964, no auge das gravatas fininhas, o jovem chamava atenção usando gravatas feitas à mão, de seda italiana, com 10 centímetros de largura, criadas pelo designer Abe Rivetz, de Boston, e então começaram a surgir pedidos.

Ralph Lauren não era designer, mas tinha boas ideias e, em 1967, em sociedade com um de seus irmãos, já produzia as próprias gravatas e as vendia em grandes lojas de departamentos, como a Bloomingdale’s, sob a marca Polo. O nome foi inspirado pela sofisticação do jogo de polo a cavalo, que remetia a um universo de estilo clássico e discreto.

Elegância em ascensão

Em seu primeiro ano, a empresa fundada por Ralph Lauren, então chamada Polo Fashions, teve vendas de mais de US$ 500 mil. Foi o que motivou o jovem empresário a expandir sua linha de produtos e criar a primeira linha de roupas masculinas, inspiradas no estilo Ivy League – o nome vem da associação atlética que reúne oito universidades do nordeste dos Estados Unidos e remete a uma maneira de vestir clássica, ao mesmo tempo despojada e contemporânea, também conhecida como preppy, termo em inglês que define os jovens bem nascidos de estilo clássico e elegante que estudam nas preparatory schools (“escolas preparatórias”).

O criador também admirava a elegância de ícones do cinema como Cary Grant e Greta Garbo, que não precisavam exibir etiquetas para se destacarem, o que também era uma inspiração. A primeira coleção fez grande sucesso e, em 1969, a marca – já com o nome Ralph Lauren – tinha um espaço próprio no interior da Bloomingdale’s. Em 1970, lançou a primeira linha de roupas femininas. Na época, suas criações para mulheres também tinham fortes referências ao figurino dos jovens universitários de Harvard, Princeton e Yale, e também remetiam aos trajes ingleses de montaria, incluindo camisas, suéteres, saias de flanela ou pregueadas e vestidos de veludo com renda.

Túnel do tempo: campanhas da década de 80

A clássica camisa polo

Em 1971, Ralph Lauren foi o primeiro estilista a inaugurar uma loja própria nos Estados Unidos, localizada na famosa Rodeo Drive, em Beverly Hills, Califórnia. A loja vendia roupas e acessórios masculinos e femininos.

No ano seguinte, lançou um clássico do guarda-roupa norte-americano – a famosa camisa polo de piquê, em que aparecia pela primeira vez o símbolo da marca, um jogador de polo a cavalo. Disponível em 24 cores, a camisa foi apresentada com o sloganEvery team has its color – Polo has 24” (do inglês, algo como “todo time tem a sua cor – a Polo tem 24”). A camisa tornou-se item obrigatório no guarda-roupa do homem moderno e de bom gosto, combinando elegância com qualidade e variedade.

Eternizado no cinema

Da mesma forma que os ícones do cinema inspiraram Ralph Lauren, foi também por meio da telona que o criador conquistou reconhecimento internacional. Em 1974, assinou o figurino para lá de elegante do personagem de Robert Redford no clássico O grande Gatsby, dirigido por Jack Clayton com roteiro de Francis Ford Coppola, baseado no romance de 1925, de F. Scott Fitzgerald.

Em 1977, consagrou um estilo ao criar um guarda-roupa feminino sofisticado e andrógino para Diane Keaton em Annie Hall (traduzido no Brasil como Noivo neurótico, noiva nervosa), de Woody Allen. Na criação da personagem, os vestidos da marca perderam espaço para as calças cáqui, as camisas clássicas, os coletes e os mocassins do tipo penny loafers (expressão em inglês para denominar um clássico da sapataria norte-americana, criado em 1936, que se tornou febre nos anos 50 e ganhou tal nome por conta da moeda de um centavo de dólar, também conhecida como “penny”, que os jovens guardavam entre as tiras de couro do acessório, na época, valor de uma ligação telefônica).

1974: Robert Redford de Ralph Lauren em O grande Gatsby

1977: Diane Keaton vestiu Ralph Lauren na pele de Annie Hall, de Woody Allen

Evolução nos negócios

Nos anos 70, as marcas Ralph Lauren e Polo ampliaram suas linhas de produtos, com a introdução de coleções infantis, acessórios, perfumes e uma extensa linha de artigos para casa, a Ralph Lauren Home Collection, composta por móveis, lençóis, peças de porcelana e tapetes orientais.

Em 1981, Lauren foi o primeiro estilista norte-americano a abrir uma loja na Europa, instalando-se na sofisticada New Bond Street, em Londres, e novamente foi pioneiro em 1986, com a inauguração da primeira loja em Paris. Nos anos seguintes, ocorreram os lançamentos de novas linhas, incluindo trajes esportivos, peças de couro, roupas íntimas, jóias, relógios e óculos, além de novas marcas, como a Polo Sport, além da linha Big Pony, que imprime o símbolo da marca em tamanho maior, em séries limitadas.

Em 1999, a Ralph Lauren adquiriu a marca de moda jovem canadense Club Monaco, por US$ 80 milhões. Na década de 2000, a expansão internacional levou à abertura de luxuosos pontos de venda em Milão, Tóquio, Moscou e Paris – dessa vez, apenas de roupas femininas, na top Avenue Montaigne, uma das poucas unidades que vende a bolsa de couro de crocodilo Ricky, desenhada pela mulher do estilista, Ricky Lauren, e feita sob encomenda por € 20 mil euros – e ainda uma loja exclusiva para o público infantil, em Nova York.

A bolsa Ricky

Camiseta da linha Big Pony

A marca em números

A Ralph Lauren Corporation – da qual Ralph Lauren mantém 90% do controle – detém as marcas Polo, Chaps, Lauren e Club Monaco, com faturamento em 2011 fechado em US$ 6,85 bilhões e mais de 18 mil pontos de venda em 100 países, entre lojas próprias, outlets, multimarcas e concessões.

São 65 lojas próprias da Ralph Lauren somente em solo norte-americano, totalizando 380 unidades ao redor do mundo. No Brasil, a marca planeja retomar as operações em 2013, agora com lojas próprias – as sete lojas no país fecharam em 2001. Sua loja conceito mais famosa está localizada na famosa mansão Rhinelander, na Madison Avenue, em Nova York.

A grife ainda mantém lojas conceito em Chicago, Greenwich, Londres, Milão, Paris, Moscou e Tóquio, com linhas de roupas, sapatos, bolsas, perfumes, malas, roupas de cama, móveis, objetos de decoração, relógios, óculos, tapetes e acessórios para animais de estimação. São mais de 20 linhas de produtos com o nome de Lauren, incluindo a Ralph Lauren Collection, que desfila suas coleções na semana de moda de Nova York, além de Black Label, Purple Label, Golf, Tennis, Rugby, RRL RLX, Big & Tall, Baby Ralph Lauren, Denin & Supply, Home Collection etc.

Nova York: fachada da loja da Madison Avenue

Beverly Hills: loja na badalada Rodeo Drive

Fortuna pessoal

Considerado um dos designers de moda mais rentáveis do mundo, Ralph Lauren acumula uma fortuna avaliada em US$ 6,1 bilhões. O estilista também é reconhecido por obras filantrópicas, já que arrecadou milhões para fundos de pesquisa contra o câncer de mama e a Aids, e, em 1996, foi homenageado com Humanitarian Award (do inglês, algo como “Prêmio Humanitário”), entregue pela princesa Diana.

Elegância em eyewear

Desde 2007, a Luxottica desenvolve, produz e distribui as coleções de armações de receituário e óculos solares para as marcas Ralph Lauren, Polo Ralph Lauren e Ralph.

Criada para mulheres, a linha de eyewear Ralph Lauren combina tendências atuais com toques de vintage e sportswear, criando um estilo moderno, mas sofisticado. Para homens, a linha Polo celebra a moda casual dos universitários que deu origem a seu estilo, combinando elementos estéticos aristocráticos com sportswear. Já a série RLX reúne modelos para performance esportiva.

modelo PH 2090 5276

modelo PH 3075 922481

Pronúncia

Parece difícil à primeira vista, mas a pronúncia é tranquila: “RÁL-fi LÓ-ren”

Ícones

A camisa polo de piquê em diferentes cores e versões
O símbolo do jogador de polo a cavalo
O estilo Ivy League ou preppy, inspirado nos estudantes universitários norte-americanos
Camisas clássicas, gravatas e looks andróginos para mulheres
Armações de receituário redondinhas e acetato de padronagem tartaruga em tons contrastantes
Mocassins sem cadarço, conhecidos como penny loafers

www: Ralph Lauren virtual
www.ralphlauren.com
www.twitter.com/RalphLauren
www.facebook.com/RalphLauren
www.youtube.com/user/RLTVralphlauren
ralphlauren.tumblr.com
Instagram: @RalphLauren ou web.stagram.com/n/ralphlauren

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições