tamanho da letra : imprimir

Os números da óptica no Brasil parte 2

Confira nesta e nas próximas páginas a segunda parte da “Óptica”, em que a VIEW compila as informações da extensa pesquisa realizada pela GS&MD Gouvêia de Souza, sob encomenda da Associação brasileira da indústria óptica (Abióptica), que analisa o cenário econômico, revela hábitos do consumidor brasileiro e promove um raio-x do varejo.
Andrea Tavares Débora Nascimento

Enviar por email

Compartilhar

A primeira etapa desta matéria, publicada na VIEW 127, trouxe a análise do cenário econômico e revelou hábitos do consumidor brasileiro. Nesta segunda parte, mais informações sobre o perfil do consumidor, além de uma avaliação sobre o varejo. A terceira etapa tratará de laboratórios ópticos e oftalmologistas.

Vale lembrar alguns dados sobre o mercado que circularam na parte um da matéria, como o total de ópticas brasileiras, que é de 35.925 pontos de venda, divididos pelo país da seguinte forma: sudeste (47,7%), nordeste (24,8%), sul (15,7%), centro-oeste (7,7%) e norte (4,1%).

O setor óptico brasileiro representa 0,46% do Produto interno bruto (PIB) de 2012, com um faturamento de R$ 19,5 bilhões, cujos dois terços desse total correspondem à venda de armações de receituário e óculos solares.

As classes B e C são responsáveis por 86,9% do mercado óptico no Brasil. A maior concentração de consumo está no sudeste, com 58,02%.

Mais sobre os hábitos do consumidor

Para realizar essa etapa da pesquisa, a GS&MD Gouvêia de Souza promoveu seis grupos de discussão na cidade de São Paulo entre homens e mulheres de 25 anos a 40 anos e de 40 anos a 55 anos das classes AB1 a B2C, usuários ou não de lentes de grau. Além de 1,4 mil entrevistas pessoais nas cidades de Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo com homens e mulheres das classes AB1 a B2C, usuários ou não de lentes de grau.

Influência na compra

A moda nas ruas é uma importante fonte de informação
A opinião de amigos e conhecidos influencia no momento da compra
Com a palavra, o varejo

Foram realizadas entrevistas em profundidade com seis proprietários e gerentes de ópticas, além de 230 entrevistas quantitativas nas cidades de Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

Peso na compra

As novas coleções influem na aquisição de armações de receituário e óculos solares. No caso de lentes oftálmicas e de contato, o que influencia são as novas tecnologias

Alta variedade, pouco especialismo

As ópticas entrevistadas focam na variedade na hora de compor seu mix, pensando em todos os tipos de consumidores

Aspectos levados em consideração na composição da oferta de produtos

Gênero
Idade
Cores
Estilos
Faixas de preço
Marcas
Regionalidade
Moda
Tipos de lente

Durabilidade e conforto

Na opinião dos ópticos entrevistados, durabilidade e conforto são os itens mais importantes que definem marcas de qualidade

Durabilidade                          77%

Conforto                                  44%

Garantia e assistência        23%

Tecnologia                             10%

Design e acabamento          9%

Para crianças

Os óculos infantis ainda têm um peso pequeno no faturamento das ópticas brasileiras. Todas as ópticas entrevistadas comercializam produtos infantis, mas sem padronização, foco ou especialização. A pesquisa revelou que falta treinamento e direcionamento para o atendimento às crianças. Para os lojistas de rede, trata-se de um nicho muito pequeno. Os independentes, por sua vez, afirmam que é uma operação rentável, mas que representa pouco nas vendas

www.precisamelhorar

As ópticas entrevistadas ainda têm uma atividade incipiente na internet

Entre as lojas independentes:

75% não têm site da loja ou páginas em redes sociais
93% não vendem online

Entre as lojas de rede:

63% não têm site da loja ou páginas em redes sociais
65% não vendem online

A visibilidade é o ponto positivo número um para atuar na internet

74% acreditam que é importante para a divulgação da óptica
25% afirmam que é importante para alcançar maior visibilidade
19% comentam a eficácia da rede para informar sobre os produtos disponíveis na óptica

Impacto nos negócios

A informalidade e as compras no exterior pelos consumidores causam um impacto nos negócios, segundo as ópticas entrevistadas

Sobre a informalidade, não dão garantias em falsificações compradas no mercado informal, já que vendem apenas as lentes e montam os óculos

Quando se trata das viagens dos consumidores, as lojas que atendem os públicos das classes A e B sentem mais as compras das armações de receituário no exterior e fazem somente as lentes e montam os óculos

Desafio número um

A pirataria é o maior desafio às ópticas no momento atual do mercado

60% das lojas de rede e 66% das ópticas independentes veem o combate aos produtos piratas ou de importação ilegal como o principal desafio para o mercado
19% apontam a concorrência de grandes laboratórios e redes. Já as ópticas independentes se sentem mais afetadas por esse aspecto, com 23%
10% indicam a qualificação profissional
9% abordam a fidelização dos clientes

“Tamo” junto

A parceria é decisiva na relação entre os lojistas e seus fornecedores

As ópticas entrevistadas afirmam que bom giro e fácil aceitação de mercado são itens obrigatórios em uma marca oferecida pelo fornecedor

Parceria é oferecer garantia, preço e prazo e agradar ao cliente

Calcanhar de Aquiles

As ópticas reconhecem que a qualidade de seu atendimento pode melhorar. Levantaram pontos como os consultores nem sempre deixam o cliente à vontade para experimentar e que o autosserviço assistido, apesar de ser desejado pelo consumidor, nem sempre é colocado em prática

Consumidor versus óptica

A pesquisa apontou um confronto entre os desejos do consumidor e a oferta da óptica

O cliente deseja                                                                    A óptica oferece

Autosserviço assistido                                                     Vendedores que não deixam o cliente à vontade

Produtos expostos ao alcance das mãos                   Balcões

Preço fixado nos produtos                                              Tabelas de preços separadas dos produtos

Área para experimentar                                                   Experimentação no balcão

Atendimento personalizado                                           Atendimento óptico e técnico especializado

Para pensar e agir

A extensão da pesquisa permitiu reunir tantas informações a ponto de gerar reflexões para planejar o crescimento do mercado, eliminando obstáculos e desenvolvendo oportunidades.

Moda e receituário são os fatores decisivos para definição da oferta de produtos das ópticas. Como balancear coleções, expectativas dos consumidores, mix ideal e ponto de venda atrativo?

A conversão de vendas gira em torno de 20% dos consumidores que entram nas ópticas. Como aumentar a conversão de vendas nas redes e nos shoppings e o fluxo nas lojas independentes?

As ópticas percebem a oportunidade de aperfeiçoar seu atendimento. Como capacitar a equipe para realizar o autosserviço assistido com especialização dos profissionais em termos de moda e estética?

Marca e qualidade são atributos geradores de tráfego e lealdade dos clientes. Parcerias bem- sucedidas entre lojistas e fornecedores podem alavancar as vendas e o retorno dos clientes à óptica

 

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições