tamanho da letra : imprimir

O tempo da criatividade no Silmo

Mais de 35 mil visitantes, muita criatividade e globalização ainda maior do design. Essas foram algumas das marcas registradas do Silmo de número 47, promovido de 26 a 29 de setembro nos pavilhões 4 e 5 do Paris-Nord Villepinte, área de exposições sediada em Roissy, nos arredores da capital francesa.
Andrea Tavares Andrea Tavares e Divulgação

Enviar por email

Compartilhar

8283

Talvez os visitantes mais focados em negócios e execução de tarefas tenham achado um pouco devagar a 47ª edição do salão francês de óptica, realizada de 26 a 29 de setembro nos pavilhões 4 e 5 do centro de exposições Paris-Nord Villepinte, em Roissy, nos arredores de Paris. Mas quem estava lá para tirar proveito da face mais subjetiva de um evento desse porte, saiu com a sensação de missão mais que cumprida.

O Silmo 2013 deu um show de criatividade de seus expositores (alguns, os mais de vanguarda, escolhem apenas uma feira por ano para mostrar suas criações e essa feira é, definitivamente, a francesa) e também da organização que, anualmente, se esforça para inovar e, este ano, foi muito feliz nesse quesito com a criação de dois espaços para lá de especiais: o Fashion Style e o La Manufacture. Sem falar da consagradíssima área batizada de “Village”, que reúne a nata do design óptico mundial.

Proximidade no calendário – Desde que o calendário mundial de óptica foi radicalmente alterado em 2009 – tudo começou com a italiana Mido, que trouxe para março a feira que por quase quatro décadas havia sido realizada em maio –, algumas feiras passaram a ter pouco intervalo entre si, disputando, assim, parte do público, já que os profissionais de óptica tiveram de passar a eleger os eventos mais estratégicos.

Este ano foi pródigo nesse quesito, afetando diretamente o mercado brasileiro. Para começar, a Ajorsul Fair Mercoóptica, também conhecida como a feira de Gramado, ocorreu nos mesmos três primeiros dias que o Silmo (26 a 28 de setembro) e, na sequência, vieram a norte-americana Vision Expo West (2 a 5 de outubro, em Las Vegas) e a japonesa IOFT (9 a 11 de outubro, em Tóquio). Dessa forma, tanto visitantes brasileiros, norte-americanos e japoneses precisaram priorizar um ou outro evento quanto algumas empresas potencialmente expositoras dessas feiras tiveram de eleger a mais atraente comercialmente.

Mas, mesmo diante desse cenário, o Silmo conseguiu contabilizar uma leve elevação no total de público este ano: recebeu 35.103 pessoas (do total, 44% franceses e 56% estrangeiros) diante dos 34.696 visitantes em 2012. No entanto, o percentual de norte-americanos e asiáticos sofreu uma baixa por conta da proximidade de suas feiras locais – a organização da feira não comentou sobre a queda da presença brasileira, mas era visível a diminuição de quórum por conta da infeliz coincidência com a data da Ajorsul Fair Mercoóptica.

Madeira, nerd e neon – Esse foi um ano de renovação da criação no salão francês de óptica. Por mais que os designers apresentem novidades todos os anos, há edições com renovação total das ideias e, assim, nos próximos dois anos, ocorram derivações criativas desses conceitos. E 2013 foi um ano que os vanguardistas zeraram conceitos e começaram de novo, um deleite para quem vai ao Silmo em busca de criatividade.

Em termos de tendências, o destaque número um entre boa parte da vanguarda do design óptico não foi um estilo, uma cor ou um desenho de frontal, mas uma matéria-prima. Sim, a madeira é quem deu as cartas nessa edição do Silmo. Em 2010, um designer ou outro começou a cogitar a madeira como matéria-prima para suas criações, mas algo muito esparso. Neste ano, muitos apostaram com força nessa ideia, contrariando as visões dos mais tradicionais de que a falta de maleabilidade da madeira, impedindo o ajuste das peças, a inviabilize como matéria-prima. Ledo engano: houve até quem já tenha conseguido apresentar peças de madeira que permitam ajuste.

Além da madeira, o estilo nerd, de armações de receituário de acetato de ares retrô e mais pesadas, continua imperando. Outra tendência muito forte também é a do uso de cores neon, especialmente nas peças de receituário.

Outro ponto que chamou a atenção no Village é a globalização ainda maior do espaço: este ano ficou marcado também pela estreia de vários criadores asiáticos, especialmente da Coreia.

8272

 

O show da moda no Fashion Style

 

8281

Em um espaço subdividido em três áreas cujo nome pode ser traduzido para o português como “Estilo moda”, o Silmo deu seu recado fashion. A primeira parte, que causava um impacto e tanto, tratou-se de uma incrível passarela com cerca de 120 manequins pretos alinhados como em um final de desfile usando óculos de marcas das empresas expositoras. Ao lado, o Showroom, composto de nichos individuais apresentavam o DNA de várias das grifes e marcas presentes na feira, com exposição de peças de roupas, acessórios, óculos e imagens de campanhas publicitárias, uma espécie de materialização do Mondo Fashion ou Mondo Marca, a seção da VIEW que traduz em imagens e palavras a história e os conceitos de grifes e marcas (nesta edição, o alvo é a Tiffany & Co., a partir da página 64). Complementando, o Style on View (do inglês, “Estilo em vista”), apresentação audiovisual de tendências e estilos fundindo moda e óculos.

Catwalk: um desfile permanente nos quatro dias de feira, com cerca de 120 manequins de óculos das empresas expositoras

Catwalk: um desfile permanente nos quatro dias de feira, com cerca de 120 manequins de óculos das empresas expositoras

8290

Showroom: uma espécie de materialização do Mondo Fashion da VIEW

8287

Showroom: uma espécie de materialização do Mondo Fashion da VIEW

Style on View: filme com tendências e estilos de moda e óculos

Style on View: filme com tendências e estilos de moda e óculos

 

A criação no La manufacture

 

Style on View: filme com tendências e estilos de moda e óculos

Style on View: filme com tendências e estilos de moda e óculos

Um local de bastante movimento da feira, a passagem do pavilhão 5 para o pavilhão 6, foi o escolhido pela organização para instalar o La manufacture (do francês, algo como “a fábrica”), espaço que reproduzia um ateliê de criação de uma fábrica de óculos, valorizando a importância do trabalho de criação na óptica. Como o assunto principal era a criatividade, uma parede com espelhos dos mais variados formatos que se tornaram expositores de óculos, além de áreas que reuniam materiais, texturas, cores, formas etc.

 

La manufacture: a simulação de um ateliê de criação

La manufacture: a simulação de um ateliê de criação

La manufacture: a simulação de um ateliê de criação

La manufacture: a simulação de um ateliê de criação

Inspiração: materiais, cores, formas e texturas

Inspiração: materiais, cores, formas e texturas

Inspiração: materiais, cores, formas e texturas

Inspiração: materiais, cores, formas e texturas

 

O sobe-e-desce da visitação

 

8024

Em 2009, por conta dos reflexos da crise econômica mundial e do pânico instaurado pela epidemia de gripe suína, a H1N1, o Silmo assistiu à queda de seu total de visitantes da casa de 40 mil para 30 mil visitantes – o recorde foi em 2006, com 46.665 profissionais. No ano seguinte, mudou de endereço (do Porte de Versailles, no centro de Paris, para o Paris-Nord Villepinte, em Roissy, nos arredores da cidade) e, ano após ano, vai lentamente resgatando público.

2013
35.103 visitantes

2012
34.696 visitantes

2011
34.671 visitantes

2010
33.065 visitantes

2009
32.000 visitantes

2008
42.234 visitantes

2007
42.669 visitantes

2006
46.665 visitantes

2005
43.484 visitantes

2004
42.759 visitantes

2003
40.488 visitantes

2002
37.715 visitantes

2001
21.065 visitantes

2000
26.433 visitantes

Flash

Silmo 2013, 47ª edição
26 a 29 de setembro
77 mil metros quadrados
950 empresas expositoras (dentre elas, 132 estreantes), que apresentaram 1.350 marcas
Público total de 75 mil pessoas (expositores e visitantes)
35.103 visitantes (44% franceses e 56% estrangeiros)
580 participantes no Silmo Academy, a área de treinamento da feira
1.658 estudantes de escolas francesas de óptica
Próxima edição: 26 a 29 de setembro

Mais
Silmo D’Or em noite de balada
A bordo com Ana Hickmann
Os brasileiros em Paris

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições