tamanho da letra : imprimir

Jogo Rápido

Correr faz bem para os olhos

Enviar por email

Compartilhar

Todo mundo sabe que correr faz bem à saúde. É um dos poucos exercícios que não exige equipamento especial, pode ser feito em qualquer lugar, ajuda a diminuir o estresse e, de quebra é um aliado na queima de gorduras e no aumento da massa muscular. Uma pesquisa publicada na revista norte-americana Investigative ophtalmology and visual science revelou mais um motivo de comemoração para os corredores: a prática regular do exercício reduz os riscos de catarata e degeneração macular, as duas principais causas de cegueira no mundo.

Cientistas monitoraram 30 mil atletas durante sete anos para avaliar o impacto do esporte na ocorrência das duas patologias. No estudo sobre a catarata, homens que corriam 64 quilômetros semanalmente – ou 9 quilômetros diários – apresentaram um risco 35% menor de ter a doença do que os que corriam 16 quilômetros por semana. A vantagem foi atribuída à capacidade cardiorrespiratória de cada grupo (significativamente maior nos que corriam mais).

No outro trabalho, três grupos de corredores foram comparados de acordo com o percurso diário: até 2 quilômetros, de 2 a 4 quilômetros e acima de 4 quilômetros. Os que corriam mais apresentaram um risco de degeneração macular até 54% menor do que os que corriam menos. Já os que completavam a distância intermediária mostraram 19% menos probabilidade de desenvolver a doença.

Segundo a pesquisa, quanto mais o organismo se movimenta, mais o crânio é irrigado e oxigenado, contribuindo com a manutenção das estruturas oculares. Isso reduz o risco de males frequentes em sedentários, como diabetes e hipertensão. Essas doenças fragilizam os vasos e podem causar micro-hemorragias no fundo dos olhos, que liberam toxinas e prejudicam o fornecimento de nutrientes para as células do globo ocular. Na catarata, esses estragos se traduzem na opacidade do cristalino. Já na degeneração macular, células da retina que transmitiriam as informações de imagem para o cérebro morrem de uma espécie de inanição, já que o sangue com nutrientes deixa de circular naquela região.

Para os cientistas, o recado da descoberta é claro: o homem tem um organismo feito para se manter em movimento. Por isso, não perca tempo e inclua a corrida em seu cotidiano. Tudo de que você precisa é um par de tênis, shorts e camiseta.

 

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições