tamanho da letra : imprimir

A óptica no mundo

A óptica no mundo

Enviar por email

Compartilhar

l.a.Eyeworks

Ingresso no CFDA
Todos os anos, o Conselho norte-americano de designers de moda (Council of Fashion Designers of America, mais conhecido pela sigla “CFDA”) anuncia a entrada de novos membros em seus quadros e, em 2014, divulgou o ingresso de mais profissionais do Planeta Óculos: a dupla Barbara McReynolds e Gai Gherardi, fundadoras e líderes da marca de design óptico l.a.Eyeworks, com sede em Los Angeles, estado da Califórnia.
“Estamos honradas em passar a integrar o CFDA e especialmente satisfeitas com o reconhecimento da importância do design de óculos para o diálogo da moda”, revelou Gai Gherardi.

Além de óculos para lá de criativos que caíram no gosto de muitas celebridades, especialmente as norte-americanas, a l.a.Eyeworks é responsável por uma das mais brilhantes campanhas publicitárias de óculos de todos os tempos com a criação do slogan “A face is like a work of art. It deserves a great frame” (do inglês, “O rosto é como uma obra de arte. Merece uma grande moldura”).

Segundo o CEO (do inglês, “Chief Executive Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo) do CFDA, Steven Kolb, os profissionais que integram essa entidade comercial sem fins lucrativos fundada em 1962 “não são apenas extremamente talentosos, mas também representam, por meio de suas empresas, uma importante contribuição para a economia e a criação de empregos no país”.

Atualmente, o CFDA conta com 478 membros e do design óptico figuram Shane Baum (Baumvision), Blake Kuwahara (Focus Group West), Larry Leight (Oliver Peoples), Natalie Levy (Grey Ant), Patty Perreira (Barton Perreira), Daniel Silberman (Illesteva), Selima Salaun (Selima Optique), Robert Marc, Christian Roth e Justin Salguero. Para fazer parte do conselho, é preciso ser um cidadão norte-americano produzindo design nos Estados Unidos ou fora do país ou um estrangeiro com negócios baseados em solo norte-americano.

l.a.Eyeworks: campanha incrível e óculos criativos agora são parte da moda norte-americana

l.a.Eyeworks: campanha incrível e óculos criativos agora são parte da moda norte-americana

© Divulgação

Safilo

Tommy Hilfiger até 2020
Em 1º de agosto, Safilo e Tommy Hilfiger Group, de propriedade da norte-americana PVH Corp., divulgaram a assinatura do contrato de renovação por mais cinco anos da licença global para criação, fabricação e comercialização das coleções de óculos da marca Tommy Hilfiger. O acordo tem validade até 31 de dezembro de 2020 com a opção de extensão por mais cinco anos.

“A Safilo está muito satisfeita em renovar antecipadamente essa importante licença, que sela a confiança mútua entre as duas corporações”, afirmou a CEO Luisa Delgado.

Para os próximos cinco anos, a parceria, que começou no final de 2010, tem como meta a expansão da distribuição na Ásia e na América Latina, considerados pela Safilo os dois principais mercados com grande potencial de expansão e crescimento da categoria.

6282

Warby Parker

Doação e progressivas
A Warby Parker, inicialmente um site norte-americano de óptica que se destacou por conta de sua postura revolucionária e iconoclasta com a comercialização de armações de receituário e lentes de grau online e que no ano passado também entrou no ramo do varejo físico e já conta com sete pontos de venda e oito showrooms espalhados pelo país anunciou ter atingido a distribuição de um milhão de pares de óculos a pessoas menos favorecidas visualmente por meio da campanha “buy a pair, give a pair” (do inglês, “compre um par, doe um par”) desde que a empresa começou suas operações em 2010.

A cada par de óculos vendido, a empresa realiza uma doação a um de seus parceiros sem fins lucrativos que, por sua vez, compra um par de óculos, distribui-o a um dos empresários já treinados, que vende esse par de óculos em sua comunidade. A principal parceira da empresa é a VisionSpring, organização sem fins lucrativos (em que um dos fundadores da Warby Parker, Neil Blumenthal, atuou anteriormente como diretor), que treina homens e mulheres de baixa renda em países em desenvolvimento para realizar exames oftalmológicos básicos e distribuir óculos a preços acessíveis.

Até agora, 18 mil homens e mulheres foram treinados para administrar os exames e vender os óculos em 36 países. A “gestão de óculos” nessas comunidades aumentou a produtividade dos adultos em 35% e sua renda mensal em 20%, gerando um impacto econômico superior a US$ 200 milhões.

Além disso, em 4 de agosto, a Warby Parker passou a comercializar lentes progressivas em seu site. Até então, a empresa focava suas vendas online em lentes de visão simples e passou a oferecer as progressivas após testar as vendas do produto em suas lojas físicas – nas duas frentes de negócio, o valor de armação mais lentes progressivas parte de US$ 295.

Para a tomada de medidas online, a empresa dispõe de um algoritmo próprio que emprega tecnologia de previsão a fim de garantir o ajuste adequado. As lentes são produzidas sob a tecnologia freeform, cujo algoritmo calcula a altura baseada no tamanho e no formato da armação e na prescrição individualizada. Tudo o que o cliente precisa fazer é informar corretamente sua prescrição. A campanha de doar um par para cada par comprado também vale na versão armação mais lentes progressivas.

Luxottica

Renovação com Chanel
A corporação italiana anunciou no final de julho a renovação do contrato de criação, produção e comercialização da coleção de armações de receituário e óculos solares da grife francesa Chanel com validade até 31 de dezembro de 2018, com possibilidade de renovação até o último dia de 2020.

“A Luxottica está extremamente satisfeita com esse acordo estratégico que marca a nova extensão de uma relação que já é de longa data entre as duas empresas, que remonta a 1999”, declarou o CEO (do inglês, “Chief Executive Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo) da Luxottica, Andrea Guerra.

Eyewear_SS14_AdCamp_DP_Eyewear_SS14_AdCamp_DP

© Divulgação

Silmo

Óptica versão Istambul
Depois de promover em dezembro a primeira edição de uma feira óptica na cidade turca de Istambul com o nome de “Istanbul Optik Fuari (Isof)”, o Silmo decidiu rebatizá-la de “Silmo Istanbul” a fim de fazer do evento o mais importante daquela parte do mundo.

Os organizadores consideram Istambul “a capital econômica, artística e cultural da Turquia e a ponte entre a Europa e a Ásia”. Além disso, segundo a organização do Silmo, o mercado óptico local tem tido crescimento anual na casa dos 10%. O público-alvo dessa nova feira são os países que fazem fronteira com a Turquia no Oriente Próximo e Médio e a África Oriental.

A Isof foi realizada de 26 a 29 dezembro no Istanbul Trade Center, em 10 mil metros quadrados de área de exposição, com 92 expositores, 400 marcas e 12.850 visitantes. A edição 2014, já sob o nome “Silmo Istambul”, está marcada para 11 a 14 de dezembro.

Silmo: agora em Istambul

Silmo: agora em Istambul

© Andrea Tavares

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições