tamanho da letra : imprimir

A óptica no mundo

A óptica no mundo

Enviar por email

Compartilhar

Marcolin e Rivoli

Expansão no Oriente Médio

A Marcolin incrementou sua parceria com o Rivoli Group, importador, distribuidor e varejista no segmento de luxo com sede em Dubai, a fim de expandir sua participação no Oriente Médio. Trata-se da parceria de médio e longo prazos para que o Rivoli Group, dono de uma rede de 300 lojas de produtos de luxo, atue como principal distribuidor da corporação italiana naquela região do mundo. Com isso, adicionou ao seu portfólio as marcas 55DSL, Diesel e Swarovski – até então, distribuía DSquared2, Just Cavalli, Montblanc, Roberto Cavalli, Timberland, Tod’s, Tom Ford e Web.

 

Essilor

Aquisição na China

A corporação francesa adquiriu 50% das ações da empresa chinesa Xiamen Yarui, produtora de óculos solares com 850 funcionários e receita de € 42 milhões em 2012. Com fábrica na cidade de Xiamen, no sudeste da China, a Xiamen Yarui produz modelos solares posicionados no segmento de fast fashion de preço médio comercializados no país sob várias marcas, entre elas Bolon e Molsion, e tem presença em cerca de 30 mil pontos de venda, divididos entre ópticas e lojas de departamentos.

Segundo o CEO da Essilor, Hubert Sagnieres, “a compra de parte da Xiamen Yarui potencializa a participação do grupo francês no segmento de óculos solares planos e prescritivos e confirma o seu compromisso com a proteção da saúde visual”.

De acordo com a Essilor, o mercado mundial de óculos solares planos representa um total de vendas de mais de 450 milhões de pares anuais e está crescendo cerca de duas vezes mais rápido que o segmento de óculos de lentes corretivas. Na China, as vendas estão estimadas em mais de 50 milhões de pares por ano, com crescimento de dois dígitos.

 

Safilo

Kate Spade: renovação e expansão

No final de novembro, a corporação italiana anunciou a extensão por três anos do contrato de criação, fabricação e comercialização da coleção de óculos da marca norte-americana Kate Spade e também a expansão de suas relações com a grife ao assinar o contrato de cinco anos para a operação de óculos da versão masculina da grife, a Jack Spade. Ambos acordos têm vigência até dezembro de 2018.

9061

 

Warby Parker etc.

Bons de emprego

A revista de negócios norte-americana Inc., especializada em empreendedorismo, incluiu três empresas que atuam na área da visão em seu ranking anual Hire Power Awards, que aponta os melhores criadores de emprego dos Estados Unidos: Warby Parker, Modernizing Medicine e Starmount. Enquanto as duas últimas foram incluídas apenas em subcategorias do ranking, a Warby Parker, inicialmente um site norte-americano de óptica que se destacou no mercado por conta de sua postura revolucionária e iconoclasta com a comercialização de armações de receituário e lentes de grau online e que neste ano também entrou no ramo do varejo físico e já conta com dez pontos de venda espalhados pelo país, figura no ranking principal como a 47ª melhor criadora de empregos dos Estados Unidos – levando-se em conta apenas o estado de Nova York, a empresa ocupa a 4ª posição. O ranking de criadores de empregos da Inc. classifica as companhias que criaram mais postos de trabalho de jornada integral nos últimos três anos.

 

Safilo

Novo diretor comercial

A corporação italiana tem um novo comando na área comercial. Trata-se do executivo finlandês Henri Blomqvist, com passagem de dez anos na Procter & Gamble, que assumiu o recém-criado cargo de diretor comercial global. Segundo a CEO (do inglês, “Chief Operating Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo), Luisa Delgado, essa nova posição será crucial na transformação da Safilo em uma empresa global, que aproveita as sinergias em todo o mundo de forma eficaz, mas também preserva o empreendedorismo local.

 

FGX International

Compra da Suntech Optics

A companhia norte-americana FGX, subsidiária da Essilor International e uma das líderes em produção de óculos não prescritivos, isto é, os óculos prontos de leitura, divulgou a conclusão da aquisição da Suntech Optics, empresa com sede na cidade canadense de Vancouver e receita anual em torno de US$ 15 milhões. Os termos da negociação, que incluiu também a compra da Naked Eye Enterprises e da Bugaboos Eyewear Corporation, não foram revelados.

A Suntech Optics tem 41 anos de atuação nos segmentos de óculos solares e óculos prontos para leitura comercializados sob as marcas Solair e Infokus em farmácias, supermercados e outros canais de distribuição de massa em todo o Canadá, que somam mais de 2,8 mil pontos de venda. Já a Bugaboos Eyewear existe há 29 anos e tem como foco o canal esportivo com os óculos para performance Ryders Eyewear, presente em mais de 1,8 mil lojas nas Américas do Norte e Sul e também na Europa.

Com um portfólio de marcas próprias como Foster Grant, Gargoyles, Solar Shield, Magnavision, Corinne McCormack e Anarchy, além de marcas licenciadas como Body Glove, Disney, Dockers, Ironman e Nine West, a FGX tornou-se parte do grupo Essilor no início de 2010, em uma transação avaliada em cerca de US$ 575 milhões.

Esse movimento da Essilor revela ainda mais suas intenções de expandir os negócios no segmento de solares. Em comunicado do vice-presidente sênior, Eric Thoreux, responsável pela estratégia de lentes solares e óculos para leitura da empresa, “ao expandir o portfólio de marcas do grupo, essa aquisição reforça a liderança da FGX nos segmentos de óculos de leitura e solares, particularmente no Canadá. De forma geral, atesta o compromisso da Essilor de trazer soluções inovadoras de saúde e conforto”, disse.

 

Marcolin e Viva

Conclusão da aquisição

A Marcolin terminou 2013 já podendo chamar a Viva de sua. Após anunciar a compra da companhia norte-americana no final de outubro, obteve as aprovações necessárias das autoridades reguladoras e, com isso, recebeu o ok para concluir a transação na primeira semana de dezembro.

“A combinação das duas empresas cria uma líder de primeira importância para o mercado óptico mundial”, afirmou o CEO (do inglês, “Chief Operating Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo) da Marcolin, Giovanni Zoppas. Em 2012, a Viva comercializou 8,5 milhões de peças, obteve um recorde de vendas de US$ 190 milhões e contabilizou mais de 160 representantes somente no mercado norte-americano. Já a Marcolin vendeu 5,5 milhões de óculos, divididos entre mais de 700 modelos.

Em entrevista exclusiva ao Vision Monday, publicação da Jobson Publishing norte-americana, Zoppas informou que os executivos das duas empresas estão focados em reunir o potencial das duas corporações e enfatizou que está sendo adotada uma abordagem de governança em vez de uma abordagem de reorganização.

“Consideramos a situação da Viva, especialmente nos Estados Unidos, valiosa de muitas formas. Da sua posição no canal óptico e de seu portfólio de marcas à habilidade de sua equipe e do relacionamento com os clientes e reconhecemos o quanto tudo isso é complementar à presença internacional da Marcolin, às suas marcas de luxo e moda e à herança italiana. O objetivo é aprimorar esse cenário, ampliando a posição da Marcolin no canal óptico e expandindo a atuação internacional da Viva e sua presença no segmento de óculos solares”, afirmou.

O executivo Fabrizio Gamberini, CEO da Marcolin USA (região que inclui Estados Unidos, Canadá, México, Américas Central e do Sul, à exceção do Brasil), também assume a posição de CEO da Viva International Group. Por enquanto, as sedes norte-americanas das duas empresas (Marcolin, no Arizona, e Viva, em Nova Jersey) seguirão atendendo o mercado até que uma avaliação mais criteriosa permita considerar as sinergias entre elas.
Antes da aquisição, as vendas da Marcolin dividiam-se entre 60% de modelos solares e 40% de armações de receituário, enquanto a Marcolin contabilizava 80% de receituário e apenas 20% de solares. De acordo com Zoppas, a meta agora é equilibrar igualmente os dois segmentos.

 

Special Olympics

Morte do fundador

Morreu repentinamente em 10 de novembro o optometrista, especialista em visão para o esporte, e fundador dos programas Opening Eyes e Healthy Athletes da Special Olympics, Paul Berman, aos 62 anos. Nascido em Manhattan em 1950, graduou-se na faculdade de Optometria da Pacific University em 1975 e, no ano seguinte, fundou a Focus Eye Health & Vision Care em Hackensack, no estado de Nova Jersey.

Além de fundar os programas Opening Eyes (do inglês, “Abrindo os olhos”) e Healthy Athletes (do inglês, “Atletas saudáveis”) oferecendo atendimento visual aos membros da Special Olympics (organização internacional fundada na década de 60, sem fins lucrativos, para oferecer oportunidades a portadores de deficiência mental por meio de treinamentos e competições esportivas), Berman atuava como diretor clínico global dos programas.

Desde sua criação, em 2001, o Opening Eyes já examinou mais de 325 mil atletas. Sob a liderança de Berman, o programa congrega atualmente 20 mil voluntários em 80 países, ajudando a fornecer mais de 100 mil armações de receituário para atletas olímpicos especiais.

 

MyOptique Group

Investimento para crescer

O MyOptique Group, um dos líderes na Europa de vendas do varejo óptico online com os sites Glasses Direct e MyOptique (ambos de óculos de grau), Sunglasses Shop (óculos solares) e LensOn (lentes de contato) anunciou investimentos de 8 milhões de libras e a contratação de um novo presidente para turbinar seus agressivos planos de expansão internacional. Trata-se do executivo Maurice Helfgott, fundador e líder do Amery Capital.

O MyOptique Group foi rebatizado de Prescription Eyewear Ltd. no início deste ano a fim de transmitir o conceito de que agora é um prestador de serviços em todas as categorias-chave da óptica. Foi lançado originalmente em 2005 com o nome de Glasses Direct e, em 2011, comprou a Sunglasses Shop, o maior site de venda de óculos de sol premium da Europa. Vive seu segundo ano de rentabilidade e a estimativa é de fechar 2013 com receita bruta de vendas no varejo de cerca de mais 35 milhões de libras.

 

Adlens

Presença em Portugal

Logo depois de divulgar a parceria com a OptiClass para a distribuição de seus produtos no Brasil (VIEW 135), a companhia inglesa, líder mundial no segmento de óculos de foco variável, segue expandindo mercados e tem agora um distribuidor em Portugal. Trata-se da City Eyes Trading, empresa com mais de três décadas no mercado local, com atuação predominante nos segmentos de óculos para crianças e adolescentes.

 

Safilo

Saída definitiva de Vedovotto

Em 19 de junho, a Safilo veio a público comunicar a saída do então CEO, Roberto Vedovotto, e a contratação da executiva Luisa Delgado, que assumiu o cargo em 15 de outubro, conforme noticiou a VIEW 133. Naquela altura, informou-se que Vedovotto continuaria integrando o conselho diretivo da empresa com função não executiva.

Tal situação se alterou em 8 de novembro, quando foi anunciado o seu desligamento do conselho com o objetivo de buscar novas oportunidades profissionais e também que Vedovotto não possuía nenhuma ação da Safilo Group.

Doze dias depois, o conglomerado francês de marcas de moda e luxo Kering (previamente denominado como PPR Pinault-Printemps-Redoute) divulgou a contratação do executivo, que será responsável pela estratégia do segmento de óculos de todas as grifes do grupo a fim de otimizar e desenvolver os negócios. O portfólio do Kering inclui marcas como Balenciaga, Bottega Veneta, Boucheron, Gucci, Puma, Saint Laurent, Stella McCartney e Volcom.

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições