tamanho da letra : imprimir

A óptica no mundo

Saúde visual

Enviar por email

Compartilhar

Aspirina e degeneração macular

Um extenso estudo europeu, publicado na edição de janeiro do jornal da Academia norte-americana de oftalmologia, mostrou ligação entre o uso diário de aspirina e a degeneração macular relacionada à idade. Descobriu-se que pessoas acima de 65 anos que tomaram o medicamento todos os dias têm duas vezes mais chances de desenvolver uma forma avançada de degeneração macular se comparadas a quem tomou comprimidos com menor frequência.

Na pesquisa, foram avaliados mais de 4,6 mil europeus entre os anos 2000 e 2003. Os pesquisadores continuarão os estudos e dizem que, por hora, os médicos não devem mudar recomendações sobre o uso de aspirina, principalmente em portadores de doenças cardiovasculares.

 

 

VisionSpring

Enviar por email

Compartilhar

Optometrista na Forbes

O optometrista norte-americano, fundador e CEO (em inglês, “Chief executive officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo) da VisionSpring, Jordan Kassalow, foi incluído na lista dos 30 maiores empreendedores sociais da revista norte-americana de negócios Forbes, que produziu pela primeira vez em seus 94 anos uma lista com foco em atitudes sociais. Segundo a publicação, um empreendedor social é “alguém que atua empresarialmente em prol da solução de problemas sociais”.

A VisionSpring oferece acesso a produtos ópticos de qualidade para comunidades de baixa renda e seu trabalho foi reconhecido por diversas instituições no mundo. Fundada em 2001, já restaurou a visão de 920 mil pessoas.

 

2012 com licenças e parcerias

Enviar por email

Compartilhar

Marchon e Chloé

A casa francesa de moda Chloé, fundada em 1952 pela franco-egípcia Gaby Aghion e que contou com diretores de criação como o alemão Karl Lagerfeld e a britânica Stella McCartney, anunciou um novo acordo de licença para produção e comercialização de suas coleções de armações de receituário e óculos solares com a norte-americana Marchon.

O lançamento está marcado para setembro. A fim de garantir uma transição suave, a TWC- L’Amy, detentora da licença da Chloé até então, continuará dando suporte aos clientes até 31 de dezembro.

TWC-L’Amy e Bally

Sai Chloé, entra Bally. Para o grupo francês TWC-L’Amy, a novidade no portfólio é a assinatura com a marca de luxo suíça de artigos de couro para criação, produção e comercialização de sua coleção de óculos. O lançamento ocorrerá no salão francês Silmo, em outubro, e até o final do ano deverá começar a distribuição em caráter mundial. Fundada em 1851, a Bally é reconhecida pelos produtos elaborados e artesanais e atualmente integra o conglomerado suíço de marcas de luxo e moda Labelux Group.

Maui Jim e Marvel

A Marvel Entertainment, subsidiária da The Walt Disney Company, firmou contrato com a norte-americana Maui Jim, conhecida pelos solares de lentes polarizadas, para a fabricação de uma coleção de óculos solares inspirada no filme The amazing Spider-Man (no Brasil, O espetacular Homem Aranha), que estreia em 3 de julho nos cinemas e tem produção da Marvel Studios e da Sony Pictures. As peças, para o público adulto com posicionamento premium, serão vendidas exclusivamente em solo norte-americano pela Sunglass Hut, rede especializada em óculos solares de propriedade da Luxottica, e internacionalmente pelos revendedores autorizados da Maui Jim a partir de julho, para coincidir com o lançamento do filme.

Forever K. Michael e Shaquille O’Neal

A lenda do basquete norte-americano Shaquille O’Neil estreia no universo dos óculos ao lançar uma linha de solares com a The Forever K. Michael Collection. Inspirada no mundo esportivo, a coleção assinada pelo atleta leva o nome de Dunkman Eyewear. O’Neil já tinha linhas de roupas e sapatos vendidas em diversas cadeias de lojas, como Walmart, JCPenney e Target. A Forever K. Michael foi fundada pelo designer Khristian Michael em 2009 em caráter de joint venture (do inglês, algo como “empreendimento conjunto” e expressão do mundo dos negócios que denota a associação de empresas para a realização de um determinado empreendimento comercial) com a NYS Collection, empresa norte-americana com foco no mercado de solares e que opera marcas como Jersey Shore e Snooki by Nicole Polizzi.

Charmant e Esprit

Uma parceria de longo prazo no setor ganhou ainda mais tempo. A marca Esprit renovou contrato com a corporação japonesa Charmant para a produção de suas coleções de armações de receituário e óculos solares, algo que já ocorre desde 1994.

 

Essilor e Special Olympics

Renovado por mais três anos o acordo entre a corporação francesa e a Special Olympics, a maior organização esportiva do mundo para crianças e adultos com deficiências intelectuais. A Essilor oferece lentes corretivas para os atletas da Special Olympics em todo o mundo desde 2003 por meio da Essilor Vision Foundation para o Special Olympics – Lions Club International Opening Eyes Program, que integra o projeto para a saúde dos atletas lançado em 1997 e provê exames e correção visual para os participantes.

 

Opti Munich 2012

Enviar por email

Compartilhar

Mais visitantes

A feira alemã Opti Munich, que ocorreu entre 13 e 15 de janeiro na cidade de Munique, registrou um leve aumento no número de visitantes em sua edição 2012: de 22,7 mil no ano passado para 23 mil este ano. Com 450 expositores de 27 países diferentes, segundo uma pesquisa realizada pelos organizadores, o evento foi considerado muito bom por 90% dos entrevistados, enquanto os expositores se disseram satisfeitos com o número de negócios fechados, maior do que no ano passado.

Este ano, a feira promoveu um encontro informal para os visitantes na Hofbrauhaus, famosa cervejaria no centro da cidade, com o sugestivo nome de Optimus. A Opti Munich 2013 está marcada para 25 a 27 de janeiro.

 

Kodak

Enviar por email

Compartilhar

Falência sem influência

Embora a Eastman Kodak tenha declarado falência em janeiro, o acordo para produção de lentes oftálmicas da marca pela Signet Armorlite (parte da Essilor of America) não será afetado. A Essilor explicou que a Signet Armorlite é totalmente independente da Kodak e que está protegida por contrato e pelo Capítulo 11 do U.S. Bankrupcy Code, código de normas sobre falências e suas influências em outras empresas. A Kodak seguia como a 18ª marca entre as 150 mais respeitadas dos Estados Unidos no ano passado, de acordo com o ranking anual da revista norte-americana de negócios Forbes.

 

Walman

Enviar por email

Compartilhar

Maior ainda com Toledo

Não é apenas entre as grandes multinacionais que ocorrem negociações milionárias no setor de laboratórios. Nos Estados Unidos, o Walman Optical, maior laboratório independente do país de acordo com o ranking Top Labs, do Vision Monday, anunciou a compra de uma parcela minoritária das ações do Toledo Optical, vigésimo colocado da lista, e sediado em Toledo, estado de Ohio.

Embora ainda não esteja finalizada, a transação envolve números grandes. O Toledo gerou cerca de US$ 9,9 milhões de renda líquida em 2011 – desse total, US$ 9,2 milhões em lentes prescritivas. Já o Walman, baseado em Minneapolis, no estado de Minnesota, tem 36 unidades no país e renda líquida de US$ 230 milhões (US$ 108 milhões em prescrição). Essa é a segunda aquisição do Walman Optical, que recentemente comprou o laboratório independente Harbour Optical

 

Essilor

Enviar por email

Compartilhar

Ano novo, aquisições novas

A gigante francesa das lentes oftálmicas começou 2012 com o anúncio de novas aquisições. Dessa vez, o “comprado” foi o CSC Laboratories, o segundo maior laboratório independente dos Estados Unidos. O valor da transação não foi divulgado. Fundado em 1967, o CSC tem sede em Watsonville, estado da Califórnia, 170 funcionários, 1.860 pedidos diários e vendas líquidas de US$ 34,5 milhões em 2011, de acordo com o ranking Top Labs do Vision Monday. Além disso, também distribui linhas de armações de receituário de marcas próprias no território norte-americano e nas Américas do Sul e Central.

Ainda de acordo com o estudo anual do Vision Monday, a Essilor é a maior rede de laboratórios dos Estados Unidos, com 137 pontos de atuação e vendas de US$ 1,1 bilhão em 2011 – desse total, US$ 995,1 milhões correspondem a lentes prescritivas.

Também no país de Barack Obama, houve a aquisição total do Professional Ophthalmic Laboratories, em Roanoke, estado da Virgínia, com receita de cerca de US$ 3 milhões.

Poucos dias depois, foram anunciadas aquisições na África e na América Central. No Marrocos, a Essilor comprou 65% da distribuidora de lentes Optiben e 65% do laboratório VST Lab. Combinados, têm receita de cerca de € 4 milhões e 14 pontos de atuação e serão usados na produção e na distribuição das linhas de produtos da BBGR.

Ainda no norte da África, mais especificamente na Tunísia, a corporação francesa anunciou um acordo de aquisição da maior parte do laboratório Sivo e de sua subsidiária de marketing Sicom, ambos na cidade de Sfax, com faturamento de € 7 milhões em 2011. Líder no país, o Sivo opera também na Algéria, em Camarões, na Costa do Marfim, em Marrocos e no Togo.

E com a aquisição da maior parte do Opti Express, laboratório com receita de € 2,5 milhões, a Essilor passou a atuar na República Dominicana e ainda anunciou a inauguração de uma subsidiária de vendas na Colômbia.

 

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições