tamanho da letra : imprimir

A cena se renova na Mido

Definitivamente, a Mido 2014 ficou marcada pela renovação. Há novas histórias para serem contadas nesta 44ª edição da feira óptica número um do mundo, realizada de 1º a 3 de março em seis dos muitos pavilhões do super high tech centro de exposições da Fieramilano Rho-Pero, nos arredores de Milão. Mais uma vez, a VIEW esteve lá para fazer parte desse processo de constante profissionalização do mercado óptico mundial.
Andrea Tavares Andrea Tavares e Flavio Bitelman

Enviar por email

Compartilhar

3258
Assusto um pouco quando me ponho a contar nos dedos para saber a quantas edições da Mido já fui e me espanto mais ainda quando percebo que esta foi a de número 17. Ano que vem, conquisto a maioridade da feira milanesa. Mas o que me move desde a primeira vez em que pus os pés nos domínios da óptica italiana – o ano era 1998, o primeiro na nova sede da Fieramilano City que, há sete anos, tornou-se o “pavilhão antigo” do evento – e continua me movendo é a curiosidade. É o desejo de querer surpreender-me sempre.

Por conta de quase duas décadas empunhando o crachá de imprensa na Mido, já fui testemunha de muitos momentos: abundância, crise, celebridades, moda, luxo, tendência, portas abertas, portas fechadas, estagnação, manutenção, criatividade à flor da pele, entre outros, que, somados, formam um repertório e tanto. E algo que me deixa muito feliz é observar a evolução do mercado e feiras são um ótimo termômetro.

A missão de vir aqui nestas páginas compartilhar as minhas impressões como editora da revista e jornalista especializada em óculos me faz ainda mais curiosa. Sei que tanto quanto as lentes da minha câmera (e, hoje em dia, também as do meu iPhone), preciso registrar muito bem as minúcias de cada feira e compartilhar essa análise que nada mais é um instantâneo daquele exato momento do mercado óptico mundial.

Renovação – Algumas novas histórias para contar e suculentos capítulos de histórias já existentes na Mido deste ano. É a tal renovação de cena a que me refiro no título desta matéria. Em 2011, a organização da feira deu uma tacada de mestre ao redesenhar os espaços da área de exibição, criando uma espécie de “praça principal”, batizada de “Fashion District”, ao congregar as poderosas fábricas de óculos do cenário mundial tendo, ao centro, um charmoso lounge para os visitantes.
A fórmula foi tão bem sucedida que segue firme e forte até hoje: Luxottica, Safilo, Marchon, Allison, De Rigo e Marcolin compartilham a mesma área. Além de ser uma conveniência e tanto para o público, ilustra bem o “jogo de forças” do mercado de óculos.

Este ano, porém, o show ganhou uma nova estrela: a ascensão da Italia Independent, o empreendimento do ítalo-americano Lapo Elkann. Desde que começou a participar da Mido e do salão francês Silmo, há cerca de dois anos, no pavilhão dedicado aos designers ópticos, a Italia Independent chamou atenção por seu estande movimentado, muitos (e criativos) óculos expostos ao alcance das mãos e as charmosas poltroninhas e mesinhas “feitas” de Fiat 500. Sem falar na sua divertida interpretação de veludo do estilo Wayfarer em versões coloridíssimas que, lançada em 2012, vestiu e segue vestindo muitos rostos descolados e este ano ascendeu à área mais top da feira. Veja nas próximas páginas mais sobre o Elkann e sua Italia Independent.

Mercado aquecido – A Marcolin, depois de sua ausência inédita na feira em 2012, marcou presença no estande da Viva, também localizado no Fashion District, já que comprou a empresa norte-americana no final de outubro. A Safilo, por sua vez, já respirava os ares do novo comando – a empresa tem uma nova diretora executiva, a suíça Luisa Delgado. Apesar do estande com poucas mudanças, o que fazia diferença era a dinâmica da empresa. Os bons ventos também passaram pelo pavilhão de lentes oftálmicas: Essilor e Rodenstock voltaram a expor, agregando um valor e tanto ao panorama da Mido.

A positividade também passou pelo público da feira: a versão 2014 em seis pavilhões da Fieramilano Rho-Pero recebeu 45 mil visitantes, um acréscimo de 5% em relação ao ano passado, que fechou em 43 mil pessoas. Desses 45 mil, 25 mil eram estrangeiros e 20 mil, italianos. Quanto à visitação brasileira, nem a coincidência com o Carnaval, o feriado mais verde-amarelo impossível, desestimulou a presença nacional: havia muitos lojistas transitando pelos pavilhões e comprando nos estandes. Bom para as filiais brasileiras das grandes corporações que montaram uma estrutura para receber seus clientes e, com isso, contabilizaram bons resultados de vendas. A Marchon Brasil, por exemplo, vendeu 53% a mais em relação a 2012 mesmo com um total de clientes cerca de 20% menor. Sinal de mercado aquecido.

A Mido 2015 já tem data marcada: 28 de fevereiro, 1º e 2 de março. A gente se vê lá!

 

Mido 2014 :: Fatos & Fotos

 

A exposição do clássico

Sacada e tanto da Luxottica: um Wayfarer versão receituário em proporções gigantes decorava a frente de seu estande. Ornamento perfeito para uma feira de óculos.

Sacada e tanto da Luxottica: um Wayfarer versão receituário em proporções gigantes decorava a frente de seu estande. Ornamento perfeito para uma feira de óculos.

 

Colírio para os olhos

Chegada à feira em manhã de tempo aberto de final de inverno: receita infalível para ser brindado com a vista ao longe dos Alpes cobertos de neve.

Chegada à feira em manhã de tempo aberto de final de inverno: receita infalível para ser brindado com a vista ao longe dos Alpes cobertos de neve.

 

Genialidade

De longe, a melhor campanha de todos os tempos feita com uma celebridade. Fazer de roqueiros garotos-propaganda de sua marca é uma constante para o estilista norte-americano John Varvatos. Já foram muitos os escolhidos, mas, dessa vez, a superação absoluta: ninguém menos que o vocalista e baixista do Kiss a caráter, Gene Simmons.

De longe, a melhor campanha de todos os tempos feita com uma celebridade. Fazer de roqueiros garotos-propaganda de sua marca é uma constante para o estilista norte-americano John Varvatos. Já foram muitos os escolhidos, mas, dessa vez, a superação absoluta: ninguém menos que o vocalista e baixista do Kiss a caráter, Gene Simmons.

 

Lepo, ops, Lapo
Se o Brasil padecia com mais um hit do axé que colava nos ouvidos como chiclete melado durante o Carnaval de 2014, o tal do Lepo Lepo, em Milão, a óptica mundial era brindada pela empresa de alguém que guardava semelhanças no nome com a tal música e deu o que falar positivamente na feira: o empresário Lapo Elkann, à frente da Italia Independent, ao se transferir do Mido Design Lab (a área da feira que abriga a vanguarda do design óptico) por onde esteve cerca de dois anos para o Fashion District, a “praça principal” da feira, que reúne todas as top corporações do ramo.
Nascido em Nova York, Elkann pertence à família Agnelli, dona do império Fiat. Comandou o marketing da companhia automotiva e foi o responsável pela reinvenção do Fiat Punto e do Fiat 500. Em 2007, fundou a Italia Independent, empresa focada em estilo de vida, roupas, óculos, acessórios e colaborações especiais, cujo princípio é criar e fabricar suas linhas de produtos em solo italiano.

Com know-how empresarial de berço, fôlego financeiro e uma dose de visionarismo, Elkann e sua Italia Independent sugerem ser o feliz encontro entre a eficiência corporativa e o espírito revolucionário de uma pequena empresa focada em criatividade e design, isto é, algo como o mix de algum desses gigantes da óptica com uma das marcas de design óptico que expõem no Mido Design Lab.

E tudo leva a crer que o “Independent” que empunha em seu sobrenome é levado muito a sério pela empresa. Em julho, uniu-se à Marchon em uma original ação criativa para uma das grifes do portfólio da companhia norte-americana, a Karl Lagerfeld: uma capsule collection (do inglês, “coleção cápsula”, expressão que define uma minicoleção lançada em caráter especial, seja por meio de colaborações com celebridades, designers ou figuras estratégicas ou por conta de um tema especial, uso de matérias-primas originais etc.), com modelos de receituário e solares femininos e masculinos. Comercialmente, o mercado italiano coube à Italia Independent e à Marchon, toda a distribuição internacional. Mais recentemente, em janeiro, durante a feira de Munique, anunciou a parceria com Jean-François Rey, o criador por trás de uma das mais bem-sucedidas grifes do design óptico mundial, a JFRey, para a criação de mais uma capsule collection. Vale ficar de olho nos próximos passos de Elkann e sua Italia Independent.

Lapo Elkann: o homem da Italia Independent

Lapo Elkann: o homem da Italia Independent

 

Enquanto isso…
…no centro de Milão, a poucos metros da Piazza Duomo, no país que é considerado a pátria dos óculos, uma clínica oftalmológica anuncia as “maravilhas” da cirurgia para correção das condições visuais que nos fazem usar acessórios incríveis chamados óculos. Cada um no seu quadrado, mas… a gente AMA óculos!

3454
 

Mais

Tendências: a moda do grau e do sol
VIEW Stars: os brasileiros em Milão

Enviar por email

Compartilhar

Últimas edições